Cid Gomes volta a chamar Cunha de achacador

.
images_cms-image-000459170Em postagem no Facebook, o ex-governador Cid Gomes acusou novamente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de achaque. “Começa a cair a máscara daquele que representa, com toda desenvoltura, o ACHAQUE em nosso País”, escreveu Cid, ao compartilhar a notícia de que a a Procuradoria Geral da República assumiu as investigações sobre as contas bancárias secretas na Suíça atribuídas ao presidente da Câmara dos Deputados

Ceará247 – O ex-governador Cid Gomes voltou a acusar Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de achaque. Em seu perfil no Facebook, ele compartilhou a notícia de que a Procuradoria Geral da República assumiu as investigações sobre as contas bancárias secretas na Suíça atribuídas ao presidente da Câmara dos Deputados. “Ontem, 30 de setembro, foi uma data histórica para a Política do Brasil – assim mesmo, com P maiúsculo: começa a cair a máscara daquele que representa, com toda desenvoltura, o ACHAQUE em nosso País”, escreveu Cid.

Na última quarta-feira (30), o Ministério Público da Suíça enviou ao Brasil os autos da investigação contra Eduardo Cunha, por suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. De acordo com a nota do Ministério Público Federal, as informações do MP da Suíça relatam contas bancárias em nome e Cunha e familiares. As investigações no país europeu começaram em abril deste ano e houve bloqueio de valores.

Condenado
No mês passado, Cid Gomes foi condenado a pagar R$ 50 mil a Eduardo Cunha após o episódio em que ele, então ministro da Educação, chamou o peemedebista de achacador na Câmara dos Deputados. Na ocasião, o PMDB ameaçou deixar a base do governo caso Cid não deixasse o ministério, o que acabou acontecendo.

Deixe um comentário