China se torna o país que mais exporta ao Brasil

Em 2002, a China era o sétimo país exportador do Brasil, respondendo por apenas 3,3% das importações brasileiras. Na última década, a fatia de exportações chinesas para o Brasil aumentou gradativamente a cada ano. Até setembro deste ano a China atingiu 15,2% de participações, vendendo um total de R$ 25,1 bilhões ao Brasil. Já os Estados Unidos, têm 14,4% das importações, vendendo ao país um total de R$ 23,8 bilhões. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

Segundo Welber Barral, ex-secretário de comércio exterior, com a entrada de produtos eletrônicos, a pauta de exportação da China para o Brasil se diversificou muito mais que a dos Estados Unidos, cujos bens exportados para o Brasil são os mesmo de dez anos atrás (aviões, helicópteros e suas partes).

Para o vice-presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, as vendas da China ficaram mais sofisticadas e mais voltadas para novidades tecnológicas. “As importações da China não são mais de quinquilharias, ou de produtos têxteis e de calçados. Hoje importamos bens de capital chineses”, diz Castro.

O avanço das exportações chinesas não se restringe ao Brasil. A China tornou-se fornecedora de produtos mais simples até bens mais sofisticados, conquistando mercados fornecedores de bens de capital como Estados Unidos, Alemanha e demais países europeus.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Deixe um comentário