Saúde contesta denúncia de Veja sobre Tamiflu

O Ministro da Saúde disse que a Casa Civil não teve qualquer tipo de envolvimento na compra do medicamento Tamiflu. A revista Veja afirma que o assessor Vinícius de Oliveira Castro recebeu R$ 200 mil de propina dias antes de o governo celebrar o contrato.

Deixe um comentário