Carvalho condena “ilusão do PT de que está tudo bem”

.
Fonte: Brasil 247
.
images_cms-image-000378151
.
Após contrariar a cúpula do PT por ter dito que os xingamentos contra a presidente Dilma Rousseff no Itaquerão não vieram só da ‘elite branca’, ministro Gilberto Carvalho volta a reafirmar que o PT está errado no seu diagnóstico sobre a insatisfação com o governo; “E quando você não tem um bom diagnóstico, não tem um bom remédio”, diz; na primeira declaração, deputado José Guimarães (CE) chegou a dizer que Carvalho “está meio fora da casinha”; mesmo assim, ele nega que tenha levado “puxão de orelha” do partido: “Prefiro ser criticado de sincericídio do que me omitir”

Após ouvir críticas da cúpula do PT ao negar xingamentos a Dilma só da ‘elite branca’, ministro Gilberto Carvalho reafirma que o PT está errado no seu diagnóstico sobre a insatisfação com o governo.

“O Gilberto está meio fora da casinha! Depois de todo esse estrupício que fizeram com Dilma na Copa, ela está melhor do que imaginava. Essa declaração está fora de propósito”, disse o deputado José Guimarães (CE) após a primeira declaração (leia aqui).

Ele vê “ilusão de que o povo pensa que está tudo bem”. “Acho um erro de diagnóstico. E quando você não tem um bom diagnóstico, não tem um bom remédio”, diz em entrevista à Folha de S. Paulo.

Carvalho voltou a condenar as agressões dirigidos a Dilma na abertura da Copa do Mundo, mas mantém sua versão sobre os fatos e nega que tenha levado “puxão de orelha” do PT: “Prefiro ser criticado de sincericídio do que me omitir”.

Ele assume casos passados de corrupção relacionado ao partido e diz que problema é o tratamento que se dá a erros dos outros. “Como o mensalão tucano, que se chama de mensalão mineiro, nem do PSDB dizem que foi. A compra de votos para reeleger [o ex-presidente] Fernando Henrique [Cardoso], que não passou por nenhuma investigação porque havia naquele tempo um esquema para impedir”, relembra (leia mais).

Deixe um comentário