Candidato do PSB diz ter apoio de Eduardo Campos

Por Mario Coelho – congressoemfoco.com

A assessoria do deputado Júlio Delgado (PSB-MG), candidato à presidência da Câmara, divulgou nesta quinta-feira (17) nota afirmando que o socialista recebeu uma declaração pública de apoio do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos. O deputado mineiro participou de um almoço em Recife com Campos e outros integrantes da bancada socialista na Casa como parte da sua campanha pelo comando da Casa.

Leia tudo sobre a eleição na mesa

““A bancada do PSB escolheu a candidatura de Júlio. Ele conta com a solidariedade de diversos partidos e representa os novos ventos da política brasileira. Se eu fosse deputado, votaria nele”, diz a nota distribuída pela assessoria de Delgado. Em 20 de dezembro, a bancada socialista assinou um documento anunciando apoio ao deputado mineiro. Até agora, o seu partido é o único que defende a candidatura oficialmente.

“Hegemonia do PMDB é perigosa”, diz Júlio Delgado
“Não se contesta decisão do STF”, diz deputado candidato

Após a reunião, o governador de Pernambuco disse aos jornalistas que não é o caso “da direção partidária, dos governadores e prefeitos se intrometerem numa eleição que é própria da Câmara”. “Fui deputado federal três vezes e estadual por um mandato e acho que esse debate deve ser travado no Parlamento. O que posso dizer é que, se fosse deputado, votaria nele”, afirmou.

Campos atraiu críticas em 2011 quando participou ativamente da campanha da mãe, a então deputada Ana Arraes, à ministra do Tribunal de Contas da União (TCU). Na época, a socialista acabou vencendo a disputa contra o atual ministro do Esporte, Aldo Rebelo, os deputados Átila Lins (PMDB-AM), Damião Feliciano (PDT-PB) e Milton Monti (PR-SP) e o auditor fiscal Rosendo Severo.

Além de Delgado, que atualmente ocupa a quarta secretaria da Câmara, disputam a principal cadeira da Casa Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Rose de Freitas (PMDB-ES) e Ronaldo Fonseca (PR-DF). As candidaturas podem ser inscritas até um dia antes da eleição, prevista para 4 de fevereiro. No mesmo dia serão definidas os outros cargos da Mesa Diretora.

Deixe um comentário