Candidato ao Senado troca sopapos com entrevistador

Por Fábio Góis – congressoemfoco.com.br

Poderia ser uma oportunidade para conhecer propostas, ideias, para se discutir razões para votar ou não no candidato. Mas, em vez de apresentar sua plataforma de governo, o candidato ao Senado pelo Acre João Correia (PMDB), ex-deputado federal, quase ofereceu ao telespectador cenas de vale-tudo, tendo como oponente o apresentador da emissora TV 5 Demóstenes Nascimento.

A confusão começou quando o jornalista perguntou se João Correia teria envolvimento com o esquema de desvio de recursos públicos que ficou conhecido como “a máfia dos sanguessugas”, que consistia no superfaturamento na venda de ambulâncias. O ex-deputado não gostou da pergunta e passou a xingar Demóstenes, que revidou – embora menos acintosamente – e pediu o encerramento do programa. Já de pé, os dois quase se atracaram, mas a turma do deixa disso impediu o embate.

“Você é um merda de nada, rapaz, um parasita. Seu lacaio!”, esbravejou o candidato, entre outros xingamentos impublicáveis, quando a entrevista já se aproximava dos sete minutos de duração.

Tanto o candidato quanto o apresentador fizeram registro de boletim de ocorrência no 8º Distrito Policial, na capital do Acre, Rio Branco. Além disso, o ex-deputado também foi à Polícia Federal se queixar da “agressão” que teria sofrido, como confirma nota divulgada pela PF no Acre (veja íntegra abaixo).

A íntegra da nota da PF:

“A Polícia Federal informa que no dia 11 o Sr. João Correia que é candidato à vaga do Senado Federal esteve na Superintendência no Acre para apresentar notícia acerca de agressões físicas e morais sofridas durante gravação de uma entrevista televisiva. A PF irá tomar providências cabíveis e o candidato foi orientado a procurar o TRE para informar o fato ocorrido durante a gravação do programa.”

Deixe um comentário