Brasil  

Cachoeira só existe porque o jogo é ilegal no Brasil

Por Por Marcus Vinícius de Freitas – oipiniaoenoticia.com.br

Temos acompanhado, nos últimos dias, a questão da CPI do Cachoeira, além da troca de informação sobre conversas entre o ex-presidente Lula e o Ministro Gilmar Mendes sobre a suposta tentativa do antigo magistrado supremo do País ter tentado influenciar o voto de um membro do Supremo Tribunal Federal na investigação sobre o Mensalão, sob a alegação de que este também teria recebido benefícios do esquema Cachoeira.

Daqui a alguns anos, quando tudo isso for reescrito, certamente haverá algum autor que escreverá uma novela sobre os escândalos da República neste início de século. Sem dúvida, serão retratados, pitorescamente, cada um dos personagens envolvidos. O grande problema do folhetim será não tratar da verdadeira causa.

Se pudéssemos definir quais são as razões desta novela de Pasquim, certamente poderíamos afirmar que se trata, principalmente, do fato de o Brasil não decidir aquilo que é essencial, e perder-se, de tempos em tempos, em escândalos, que condenam o país à mediocridade e ao atraso. Por termos sido abençoados com uma abundância de recursos, num território extenso, permitimo-nos algumas liberdades que já deveriam ter sido abandonadas.

Cachoeira só existe porque o jogo é ilegal no Brasil. A corrupção das empreiteiras somente ocorre porque se tornaram corriqueiras e nenhuma medida efetiva é tomada para resolver a questão em definitivo quanto à regulamentação do lobby. Os “representantes” do povo são corruptos porque não têm base eleitoral, em razão de inexistência do voto distrital puro e de uma efetiva reforma eleitoral que dê fim à balbúrdia daquilo que chamamos de presidencialismo de coalizão. Além disso, vivemos num sistema jurídico que considera todos criminosos até que provem o contrário efetivamente. E impostos que não permitem ao País respirar.

O Brasil precisa amadurecer. Precisamos aposentar vários dos políticos atuais, que se entendem proprietários do País. Imediatamente. Necessitamos de uma renovação profunda dos quadros. Mas, o mais importante, é a necessidade de tratarmos de resolver os problemas reais do País, que já nos afligem há muitos anos.

Enquanto ficarmos brincando de realidade, mais CPIs virão, mais casos de corrupção virão à tona… E o país continuará vítima do atraso imposto pelo fato de uma coisa importante: não aprender de seus próprios erros. Muda Brasil!

Deixe um comentário