Buda viveu três séculos antes do que se pensava

Um estudo feito por arqueólogos revelou indícios de que Buda pode ter nascido no IV século a.C., trezentos anos antes do que se pensava.

Os arqueólogos encontraram uma antiga estrutura de madeira sob um templo de tijolos dentro do Maya Devi, em Lumbini, no sul do Nepal. O local é considerado sagrado pelos budistas e é visitado por milhares de peregrinos todos os anos.

De acordo com a tradição budista, Buda renunciou à riqueza para buscar uma vida de iluminação e morreu aos 80 anos, no século III a.C. Porém, a antiga estrutura de madeira encontrada pelos arqueólogos data do século VI a.C., o que antecipa em 300 anos a data do nascimento de Buda.

“O que temos aqui é o primeiro templo budista do mundo. Existe um grande debate envolvendo o local e a data de nascimento de Buda. Agora temos um templo provando que ele viveu no século VI a. C.”, diz Robin Coningham, arqueologista da United Kingdom’s Durham University e autor do estudo.

A religião budista diz que Buda nasceu embaixo de uma árvore, conhecida na Índia como Shorea robusta, em Lumbini. Sua mãe, a rainha Maya Devi, estava viajando para o templo dos pais, onde pretendia dar à luz. Embaixo da estrutura de tijolos, os arqueólogos encontraram as raízes petrificadas do que seria a árvore onde Maya deu à luz.

Apesar da descoberta, alguns arqueólogos ainda estão cautelosos e dizem que é preciso análises complementares. O estudo foi publicado no jornal Antiquity.

Deixe um comentário