Brasileiros mais pobres têm dieta com melhor qualidade nutricional

No Rio de Janeiro, além de comer mais arroz e feijão do que as outras classes, as pessoas com renda de até R$ 296 comem o dobro de batata-doce e a metade de batata frita que os  com renda superior a R$ 1.089.

 

Deixe um comentário