‘Brasil deve se preparar para uma série de medidas de austeridade’, diz FT

.
timtUma reportagem publicada nesta quinta-feira, 4, no jornal britânico Financial Times fala sobre os planos da nova equipe econômica do governo para recuperar a economia do país.

O jornal diz que os brasileiros devem controlar os gastos neste Natal, pois o futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy, vai por algumas “medidas de austeridade em prática”. “Conhecido no Congresso como ‘mãos de tesoura’, Levy está preparando um plano de austeridade para reequilibrar a maior economia da América Latina”, diz a reportagem.

De acordo coma reportagem, o grau de investimento do Brasil está em jogo, portanto, Levy vai suspender desde as reduções fiscais para compra de carros até benefícios sociais, como o seguro-desemprego.

A meta do plano é economizar pelo menos 1% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Em entrevista ao ‘FT’, Ilan Goldfajn, economista chefe do Itaú-Unibanco, disse acreditar quer o plano de austeridade será dividido em duas partes. “Acho que metade consistirá em cortar gastos públicos do governo, e a outra metade em aumentar os impostos”.

Segundo o ‘FT’, o primeiro mandato de Dilma Rousseff foi bem sucedido em gerar empregos. Porém, a fórmula do governo, de aumentar os gastos públicos e controlar os preços, minou a confiança do investidor.

No entanto, a ida de Levy para a Fazenda acalmou os ânimos do setor financeiro. “Após anos de políticas equivocadas, a nomeação de Levy pode ser o ponto de virada para o Brasil”, disse Marcelo Carvalho, economista do banco BNP Paribas.

Deixe um comentário