Bolsonaro diz que vai cortar pela metade verba publicitária da Globo se for eleito

.
Em segundo lugar na última pesquisa Datafolha para a corrida presidencial, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que vai cortar pela metade a verba publicitária destinada pelo governo ao grupo Globo caso seja eleito presidente. Em vídeo publicado em seu Facebook na última sexta-feira (1º), Bolsonaro acusa o grupo de persegui-lo e de trabalhar pela candidatura do ex-presidente Lula, líder nas pesquisas de intenção de voto.

“Continuem fazendo o trabalho sujo de vocês, quem sabe consigam emplacar o Lula em 2018. E daí, vocês vão estar bem. Vão ter como negociar bem a dívida do BNDES, que ele tá prometendo para vocês. Mas tá prometendo também o controle social da mídia. Vocês talvez vão ficar felizes quando todos estiverem escrevendo para o jornal ‘O Granma’. Aquele jornaleco de Cuba que não serve nem para colocar na privada”, disse a um grupo de pessoas, inclusive jornalistas, em frente ao seu gabinete na Câmara.

Veja o vídeo:

O deputado afirma que vai fazer justiça. “Vocês aí têm uma audiência de 40%, do ‘Globo’. Mas pegam 80% da propaganda oficial do governo, que em grande parte, sustenta a mídia. Se eu chegar lá, vou fazer justiça, vão perder metade disso, vão ganhar só 40%”, afirmou. “Façam matéria pesada sim, bastante, contra mim. Que se eu chegar, não vou perseguir vocês. Vou pagar pra vocês o que vocês merecem”, disse, aparentemente, a algum jornalista do grupo Globo.

Neste domingo o jornal O Globo publicou reportagem que mostra que Bolsonaro e dois de seus filhos empregaram, nos últimos 20 anos, uma ex-mulher do parlamentar e dois parentes dela em cargos públicos em seus gabinetes.

 

Fonte: Congresso em Foco

Deixe um comentário