Ato em defesa da Petrobras marca o início de Lula 2018

.

Ricardo Stuckert/ Instituto Lula: 24/02/2015- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acadêmicos, artistas e lideranças políticas, participam de ato em defesa da Petrobras, convocado pela CUT e pela Federação Única dos Petroleiros. Foto: Ricardo Stuckert/ In.
O evento de ontem no Rio de Janeiro, em que o ex-presidente Lula afirmou que “defender a Petrobras é defender o Brasil, é defender os trabalhadores, é defender a democracia” pode ser encarado como o primeiro movimento concreto para sua candidatura, em 2018; com esse discurso, ele sinalizou que está pronto para voltar, caso perceba que conquistas dos trabalhadores estão ameaçadas; crise da Petrobras ameaça, na visão do ex-presidente, a indústria naval, que renasceu em seu governo, e a própria democracia, com o espaço que vem sendo construído pela mídia para que ‘salvadores da pátria’ se lancem no jogo político; disposto a lutar, Lula sinaliza que não se acovardará

Em entrevista ao 247, no último domingo (leia aqui), o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, falou sobre em que condições o ex-presidente Lula se recolocaria no jogo político, como candidato do PT à presidência da República, em 2018.

Deixe um comentário