As semelhanças políticas entre Aécio Neves e Eduardo Campos

.

timthA queda de popularidade da presidente Dilma está beneficiando seus principais adversários nas eleições presidenciais de outubro: Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Segundo as últimas pesquisas, enquanto Dilma registra 35% das intenções de voto, Aécio e Campos subiram para 23% e 11%, respectivamente. Apesar de serem adversários políticos, os dois rivais da presidente têm mais semelhanças políticas do que gostariam de admitir.

Leia mais: Pesquisa aponta segundo turno nas eleições presidenciais
Leia mais: Liderança de Dilma se torna cada vez mais frágil

Tanto Aécio como Campos se formaram em economia e passaram pelo Congresso antes de assumir o governo de seus respectivos estados. Eles têm como vitrine política os bons mandatos que desempenharam em Minas Gerais e Pernambuco. Aécio tirou Minas de uma crise financeira através de sua política conhecida como Choque de Gestão. Já Eduardo Campos conseguiu implantar várias políticas desenvolvimentistas em Pernambuco.

Ambos os candidatos são descendentes de conhecidos políticos brasileiros: Aécio é neto de Tancredo Neves e Campos é neto de Miguel Arraes, que governou Pernambuco antes de ser obrigado a renunciar pelo regime militar.

Os dois candidatos criticam o governo Dilma por sua falta de disciplina macroeconômica (inchaço dos déficits orçamentais, inflação persistentemente elevada) e pela constante intervenção microeconômica (preços da gasolina e eletricidade controlados, crédito subsidiado dos bancos controlados pelo Estado). Eles também propõem as mesmas medidas: aumentar a independência do Banco Central, simplificar o complicado sistema tributário brasileiro, reduzir o número de ministérios e estimular o investimento da iniciativa privada na precária infraestrutura do país.

Contudo, Aécio ainda é visto como um candidato mais bem preparado que Campos, cuja aliança com Marina Silva é encarada com desconfiança e cujo manifesto do partido ainda defende “a socialização dos meios de produção”.

Aécio tem ao seu redor um time de “craques” em formulação de políticas, muitos dos quais fizeram parte do governo de Fernando Henrique Cardoso, como o economista Armínio Fraga. Isso, somado a uma grande clareza ideológica coloca Aécio como o candidato com mais chances de derrotar Dilma nas próximas eleições. A disputa será acirrada.

 

Fontes: The Economist-The president and the pretenders
www.opiniaoenoticia.com.br

Deixe um comentário