Mundo  

Após sete anos como papa, Bento XVI renuncia ao pontificado

O Papa Bento XVI surpreendeu o mundo ao anunciar, nesta segunda-feira (11), a sua renúncia ao pontificado por causa da idade avançada e por questões de saúde física. Ele deverá deixar o Vaticano em 28 de fevereiro. O pontífice completa 86 anos em abril.

 

Veja a íntegra da carta de renúncia de Bento XVI

O comunicado foi feito em latim durante uma assembleia de cardeais em que um processo de três canonizações era discutido. No seu pronunciamento, o papa afirmou “não ter mais forças” para continuar exercendo a função. “Após ter examinado perante Deus reiteradamente minha consciência, cheguei à certeza de que, pela idade avançada, já não tenho forças para exercer adequadamente o ministério petrino”, afirmou Bento XVI.

Esta é a quarta vez que um papa da Igreja Católica renuncia ao cargo. A primeira vez aconteceu em 325, quando Ponciano e outros líderes da Igreja foram forçados a se exilar pelo imperador Máximo Trácio. Depois, em 1294, Celestino V abdicou do pontificado antes de ser consagrado pois não se sentia preparado para comandar a Igreja. O cargo fica vago até a realização de uma nova eleição, e este período chama-se Sé Vancante. Após Celestino V, Gregório XII renunciou em 1415 após oito anos como papa. Na época, a Igreja tinha outros papas, classificados como “antipapas”.

Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, o posto deve ser novamente ocupado “o mais rápido possível” e até a Páscoa. Bento XVI tinha uma visita prevista para o Brasil em junho, quando participaria da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Em entrevista dada no ano passado, Bento XVI já afirmava que o Vaticano estaria representado no encontro no Rio ou por seu sucessor.

Bento XVI visitou o Brasil pela primeira vez como papa em maio de 2007, quando participou da Quinta Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho. O encontro ocorreu no Santuário de Aparecida, em São Paulo. Ele também rezou uma missa no Estádio do Pacaembu para 35 mil pessoas.

Por Mariana Haubert – congressoemfoco.com.br

Deixe um comentário