Saúde  

Anvisa suspende importação de pílula do dia seguinte

Fonte: votebrasil.com

Fábrica na Hungria foi reprovada em inspeção. Laboratório no Brasil afirma que medicamentos são seguros.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta quarta-feira (15) a importação do contraceptivo Postinor, mais conhecido como pílula do dia seguinte.

De acordo com o Diário Oficial da União, foram detectadas irregularidades em uma inspeção realizada na fábrica localizada em Budapeste, na Hungria.

A empresa que comercializa o medicamento no Brasil, Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. informou que a venda dos produtos disponíveis no mercado continua.

Segundo a resolução da Anvisa, o fabricante húngaro Gedeon Richter Ltd. foi reprovado na inspeção realizada em março de 2010. Com isso, os medicamentos Postinor 2, Postinor uno e Femina ficam com a importação suspensa. As duas versões do Postinor são contraceptivos usados após a relação sexual. Já o Femina é uma pílula anticoncepcional tradicional.

O laboratório Aché divulgou nota à imprensa esclarecendo que a importação dos produtos foi suspensa, mas não a comercialização. Segundo a empresa, “os produtos, presentes no mercado brasileiro há mais de 10 anos, continuam devidamente autorizados pela Anvisa, em todo o território nacional, não havendo nenhum comprometimento em relação a sua segurança, eficácia e qualidade”.

A Aché informa, ainda, que está tomando providências para regularizar as novas importações e aguardará a deliberação da Anvisa. Os consumidores que tiverem dúvidas podem contatar a Central de Atendimento a Clientes no 0800 701 6900

Deixe um comentário