Mundo  

Anistia Internacional quer prender Bush por tortura

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

A organização Anistia Internacional pediu às autoridades do Canadá a prisão e indiciamento do ex-presidente dos EUA George W. Bush, que fará uma visita a este país no próximo dia 20.

A entidade enviou à Procuradoria-Geral do Canadá um documento de mil páginas, onde acusa Bush de ser legalmente responsável por uma série de violações de direitos humanos, inclusive tortura de presos. Em fevereiro, o ex-presidente americano teria deixado de viajar a Suíça devido a uma mobilização semelhante de grupos de direitos humanos.

“Como as autoridades americanas até agora deixaram de levar o ex-presidente Bush à Justiça, a comunidade internacional precisa agir”, disse Susan Lee, membro da Anistia Internacional. “Se o Canadá não agir, estaria violando a Convenção Contra a Tortura da ONU”.

A principal acusação contra Bush formulada pela Anistia é a autorização para uso de “aprimoradas técnicas de interrogatório, como a simulação de afogamento em pessoas detidas secretamente pela CIA entre 2002 e 2009?. Segundo o documento, os presos sofriam “tortura e outros tratamentos cruéis, desumanos e degradantes, como a privação do sono”.

As acusações são baseadas em documentos americanos já liberados ao público e na própria autobiografia do ex-presidente, lançada no ano passado. Elas incluem os casos dos acusados de terrorismo Abu Zubaydah e Khalid Sheikh Mohammed, que, segundo um agente da CIA, teriam sofrido 266 simulações de afogamento entre 2002 e 2003.

“Torturadores devem enfrentar a Justiça, e seus crimes são tão escandalosos que a responsabilidade de garantir a justiça precisa ser compartilhada por todos os países”, disse Alex Neve, chefe da sucursal canadense da Anistia Internacional.

Bush é esperado no Canadá no próximo dia 20, quando participará de um fórum econômico no oeste do país. Esta será a terceira vez que o ex-presidente visita o país vizinho desde que deixou o cargo na Casa Branca.

 

Deixe um comentário