Brasil  

Andrade Gutierrez admite suborno na Copa e pagará multa de R$ 1 bi

.
A empreiteira Andrade Gutierrez aceitou pagar a maior multa da Operação Lava Jato até agora, de cerca de R$ 1 bilhão. Logo depois, aceitou fazer um acordo de delação com a Procuradoria-Geral da República e com investigadores da Polícia Federal para relatar como efetuou pagamentos de propinas em obras da Copa do Mundo, da Petrobras, da Usina Nuclear de Angra 3, em Belo Monte e na Ferrovia Norte-Sul. As informações são da Folha de S.Paulo.

A empresa é acusada de ter pago, junto da Odebrecht, R$ 632 milhões de suborno em contratos com a Petrobras. As duas são consideradas as maiores empreiteiras do país. Os pagamentos eram efetuados para que agentes públicos não colocassem obstáculos nos acertos feitos pelas empresas.

Na Copa do Mundo do ano passado, a Andrade atuou sozinha e em consórcio. Ela participou das obras do Maracanã, no Rio, do Mané Garrincha, em Brasília, do Beira-Rio, em Porto Alegre, e na construção da Arena Amazonas, em Manaus.

Com a celebração do acordo, a Andrade pretende se livrar de ser considerada inidônea e, com isso, ficar impedida de ser contratada pelo poder público. Quase metade da receita da empreiteira vem de obras contratadas pelo governo.

Até o acordo celebrado com a Andrade, a maior indenização paga em decorrência da força-tarefa foi da Camargo Corrêa, em R$ 700 milhões. A empreiteira também fez acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão para qual pagou multa de R$ 104 milhões.

 

Fonte: Congresso em Foco

Deixe um comentário