Ah, isso eu já sabia! Conta outra, por favor!

Por Claudio Schamis – opiniaoenoticia.com.br

Todos já deviam saber disso. A imprensa nem deveria perder tempo e linhas noticiando que mais uma vez um político para não ser condenado, não ser cassado, renunciou ao seu mandato. Na prática todos eles fazem isso. Sempre há tempo. Sempre seus pares marcam a votação que irá decidir o futuro político do indivíduo para semana que vem.  Para depois do feriado. Para alguns dias depois que o acusado tiver a consulta com o dentista dele. Parece até coisa de cheque pré-datado. Nunca é para hoje. Para agora. Urgente. Seria mais honesto então transformar isso em lei. É, em lei. Todo político que for acusado e condenado já estará com o seu pedido de renúncia aceito pela Câmara, pelo Senado e pelo partido que ele representa. Não se precisará perder tempo e (mais) dinheiro marcando uma sessão extraordinária. Isso não seria extraordinário? Que se faça justiça. Que se institua a Lei do Político Pobre Coitado e Injustiçado pela oposição e pela imprensa. Ou simplesmente Lei do Político Malandro.

Eu renuncio, mas é um só volto já!

João Paulo Cunha (PT-SP) o último dos petistas mensaleiros condenados e ex-presidente da Casa cumpriu o seu papel de político e renunciou. Uau! Novidade!

Covaaaarde!

O que isso mostra? Mostra que no fundo eles pensam que depois da tempestade eles vão cumprir suas penas, pagar suas multas se houver (nesse caso houve) para num futuro próximo terem o direito de voltar sem nenhuma mácula (na cabeça deles) e concorrer ao cargo que eles quiserem. O que isso significa? Significa que dá muito certo! Vários fizeram isso. Vários voltaram. Severino Cavalcanti, Renan Calheiros, Collor, entre outros. E foi o próprio Severino Cavalcanti que disse que depois o povo acaba esquecendo. E ele infelizmente está certo. Não entendo e nunca entendi a razão da memória do eleitor ser tão limitada e nada seletiva. O que é uma lástima. Para nós e para o Brasil.

Isso na prática, mas se for falar de forma séria que muitas vezes é difícil, deveria ser criada uma lei séria, uma lei que talvez pudesse combater e inibir atos malfeitos de políticos, pois essa lei determinaria automaticamente que o político que fosse julgado e condenado estaria fora da política. Isso sim seria uma Lei Séria.

Mas como não somos um país sério…

Lula 2014? Lula 2018?

Eu tô falando, 2014 é a Dilma, por enquanto, mas 2018 pode me aguardar que eu tô voltando, a menos que…

Lula diz que 2014 nem pensar. Lula diz que 2018 é uma possibilidade. Eu já acho que infelizmente pode acabar sendo 2014 e 2018. O PT é traiçoeiro. É esperto. Não dá passo algum sem pensar. Se Dilma, depois da Copa, tiver com sua imagem desgastada acendendo a luz de alerta com certeza vão pegar o Lula para salvar mais quatro anos de PT no governo. Eles não vão largar o osso assim tão fácil.

Digo isso sem medo de errar, ainda mais depois de escutar do próprio Lula que na política nunca podemos dizer nunca. Ou seja, temo que o raio Lula caia de novo no mesmo lugar e se isso acontecer, sei não. Só sei que não vai prestar.

Vicentinho, cala a boca!

Vicentinho, o líder do PT na Câmara, disse que a decisão de renunciar foi exclusiva de João Paulo – tá, conta outra – e que deve-se respeitar sua decisão e apoiá-lo na luta para provar sua inocência. Já sobre Pizzolato o tom foi diferente. Ele disse que, na fuga, o uso de documento falso repercutiu muito “mal” e constrangeu o partido. O ex-diretor do Banco do Brasil que é apenas um filiado do PT causou isso na opinião de Vicentinho, mas todo o resto, que é a parte principal disso tudo, não causou nada ao PT que continua batendo na tecla de tudo não passa de uma armação, uma farsa política.

Então, tá se vocês não entendem minha preocupação com o PT eu calo a minha boca

Fica nítido aqui, não para todos, que a lógica e os valores que eles têm e nós temos são o côncavo e o convexo. São a água e o vinho. O preto e o branco. O sim e o não.

Não me entra na cabeça que depois de tudo, de todo o julgamento ainda existam dúvidas na veracidade do que foi apurado.

E o que mais me dói é que tem muita gente por aí que ainda acredita nisso e que são justamente as pessoas que podem ajudar para que tudo fique da mesma forma que está. Será que temos capacidade para aguentar mais quatro anos de malfeitos e só promessas? O tempo infelizmente é o único que poderá dizer.

Comissão de Direitos Humanos!

E lá vamos nós de novo. Queria saber qual é a marca do mel que tem na Comissão dos Direitos Humanos? Não pode ser pelos Direitos Humanos propriamente ditos. Não, não é. Até porque o atual presidente, o pastor Marco Feliciano pode ser tudo, menos um defensor dos Direitos Humanos. Ele até pode ser defensor, mas dos direitos das negas dele. Não do que a gente espera. Com certeza sua definição não passou pela reforma ortográfica e nessas horas um acento mal colocado, um hífen mal empregado podem fazer um senhor estrago. E agora me vem esse outro deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) que já conhecemos por suas declarações homofóbicas, pela sua intolerância expressar seu desejo em ser o novo presidente da Comissão.

Pensa Bolsonaro, será que ficar nessa Comissão vai ser bom pro currículo?

 

Isso só pode ser uma nova piada. Não sei o que se passa na cabeça dessa gente que cria essas Comissões e que aceitam qualquer pessoa independente de seus valores. Se uma pessoa não tem valores corretos com relação à pessoa humana qual é o milagre que vai acontecer para que ela tenha bons julgamentos e que ajude a combater justamente o que ele não aceita? Isso não existe. Ou pelo menos não deveria existir. Mas como estamos falando de Brasil nada mais natural que a coisa aconteça assim mesmo. Se fosse diferente iríamos estranhar e notar que alguma está mudando, mas mudança é algo que eles menos querem nesse momento. E em qualquer momento. A não ser que seja uma mudança que possa beneficiar muitos bolsos.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fume em ambiente fechado.

 

Deixe um comentário

Um comentário para “Ah, isso eu já sabia! Conta outra, por favor!”

  1. ⇒ João Cirino Gomes disse:

    Quem não gostar de ler, continuara sendo enganado!

    As rapinagens e as corrupções vêm desde 1500, e tem alguns partidos; acusando seus iguais, interessados em tirar vantagens da situação atual; achando que podem se passar por representantes da virtude, da honra e da dignidade.
    Na verdade, como diz um ditado popular, é farinha do mesmo saco!

    O Brasil tem 513 anos de injustiças, patifarias, corrupções e rapinagens; e isso só vai acabar, quando a população se unir e juntos, arrancarmos as “parasitas”, plantas malignas e espinhosas dos vasos internos; pondo um fim na lei de imunidade e no foru privilegiado!

    O resto gente, sinto, lamento e choro, mas são apenas projetos fantasiosos; ou seja, danças dos ratos espertalhões, para continuarem ludibriando e enganando a população carente, escravizada e desinformada.
    Uma prova: Dizem que a lei de imunidade foi criada para evitar injustiças! Se assim fosse, esta lei deveria ser estendida a todo cidadão, pois a população é quem esta sofrendo com tantas injustiças sociais!
    A constituição reza que todos devem ter direitos iguais perante a lei e a justiça! E em uma democracia deve prevalecer à vontade e o direito da maioria.
    Para encurtar o assunto; vejam se nos EUA existe esta lei de imunidade para proteger parlamentares?
    Existe nada; e se no EUA funciona, por qual motivo no não haveria de funcionar no Brasil!
    Meus colegas; esta lei de imunidade é retrograda, ela foi criada pelos imperialistas escravocratas que não aceitavam serem julgados, da mesma maneira que o cidadão comum!

    Enquanto a mídia sensacionalista e vendida não divulgar estes absurdos; as corrupções persistirão; e as cadeias continuarão superlotadas, mas só de pobres, sem poder aquisitivo, sem eira nem beira!
    E isso, não é justiça.

    Ao invés de buscar privilégios de classes, vamos nos unir e lutar por justiça social, pois os desentendimentos populares no Brasil; nos faz recordar a Torre de Babel, onde ninguém se entendia!

    E as marchas da pouca vergonha, dos denominados ninjas e a marcha das vadias, nos fazem recordar Sodoma e Gomorra.

    Os políticos canalhas estão usando verbas publicas para financiar anarquistas, com a nítida intenção de melar as passeatas e as reivindicações populares.

    É Justo o político ir trabalhar uma, ou duas vezes por semana, e as vezes nem isso; mas ter salário principesco, exercer vários cargos ao mesmo tempo, ter duas férias por ano, ter décimo terceiro, décimo quarto, décimo quinto, desfrutar de varias aposentadorias, ter verbas moradia, verbas combustível, verbas vestimentas, cartão corporativo, e ter a lei de imunidade e o fou privilegiado, para acobertar seus roubos, desvios e corrupções?

    Enquanto falam em democracia, justiça social, justa distribuição de rendas e direitos iguais, para se reelegerem, os canalhas corruptos continuam tentando esconder estas realidades.

    É simples de entender: Se o poder emana do povo, e em uma democracia deve prevalecer o direito e a vontade da maioria, que estamos esperando para acabar com a lei de imunidade?

    Só assim teremos democracia, justiça social e justa distribuição de renda. O resto são somente projetos fantasiosos, que vão de nenhum lugar, para lugar nenhum e só serve para iludir a população!

    Ninguém é obrigado ser político; seja quem quiser. Existem muitas outras opções, podem ser empresários, professores, policiais, bombeiros, ou podem até ir plantar batata.

    E como político é eleito pelo povo, que esta sendo obrigado a votar, deve ter a obrigação de governar para o povo, e não legislar em causa própria!

    Com o fim da imunidade, se político roubar, desviar, ou superfaturar, devera ser julgado por um júri popular!
    E se condenado, deve ser punido e devolver o valor surrupiado; isso sim é justiça.

    Ou então, vamos continuar sendo roubados pelos canalhas; e continuaremos vendo juízes corruptos trocando sentenças por promoções, ou vendendo sentenças; superlotando os presídios de pobres, sem poder aquisitivo, sem parentes importantes, sem eira nem beira!

    Notem como os canalhas só estão visando lucro; tirando vantagens de suas vítimas miseráveis; superfaturando nas construções de presídios, e nas estadias dos presos!

    Se a maioria dos pais de família ganham salários mínimos para se manterem e sustentar suas famílias; como um daqueles presos que estão embolados em pequenos cubículos podem custar quatro mil e quinhentos reais aos cofres públicos?

    Será que os políticos não sabem que nem uma faculdade em período integral custa tanto?
    Será que eles acham que os presídios são mais instrutivos que uma faculdade?

    Não gente; o problema é que querem a população desinformada, sem educação, sendo roubada e as margens; desta maneira se torna fácil para o desgoverno, usar parte das suas vitimas mal formadas e desinformados, como bodes expiatórios.

    Alguém acredita que aqueles meninos descalços, sem camisa, aparentemente desnutridos, que a mídia sensacionalista mostrou ao mundo, são os integrantes do crime organizado?

    Na realidade: Boa parte da mídia, principalmente da redes televisivas devem fortunas em impostos, e estão submissas ao desgoverno trocando favores!

    A mídia interesseira e sensacionalista, os três poderes subserviente, e as três polícias submissas e coniventes querem; jogar a culpa por seus crimes, desvios, roubos e corrupções nos menos favorecidos, ou seja, na própria sociedade, que esta sendo escravizada, subjugada e jogada as margens, e portanto, sendo marginalizada!

    E são tão gananciosos, que já falam em privatizar os presídios; na realidade, visando se apropriarem dos prédios públicos por valores irrisórios; e superfaturar as estadias de mais presos. Notem como uns estão defendendo a liberação das drogas, outros apoiando a prostituição e outros falando em diminuir a idade penal.

    A intenção é jogar boa parte da sociedade as margens, para aumentar os lucros desta verdadeira quadrilha, que esta organizada dentro do desgoverno!

    O Brasil é imensamente rico em minérios e em biodiversidade, uma potencia, mas os gananciosos querem manter as ordens para o povo e o progresso para os canalhas!

    Não se deixem enganar: Precisamos acabar com a corrupção, e passar o País a limpo.

    Abaixo assinado pelo fim da imunidade:
    >http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron
    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

    Cuidado com os que negarem estes fatos; ou são corruptos, ou estão a serviço dos corruptos.