Brasil  

Agência da ONU elogia polícia do Rio

O combate ao tráfico nas favelas do Rio de Janeiro recebeu elogios em um relatório da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes, uma agência da ONU com sede em Viena, na Áustria.

O relatório, divulgado nesta terça-feira, 28, cita a ação conjunta da Polícia Militar do Rio e das Forças Armadas na ocupação de favelas da cidade em um tópico no qual se discute como “responder ao problema”.

Elogios às UPPs

O documento ressalta que o Brasil conseguiu, “com uma combinação de policiais e militares”, prender líderes do narcotráfico e “instituir o estado de direito” onde antes predominava a violência. A instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas favelas cariocas também recebeu elogios.

A Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes também saudou iniciativas como a troca de armas em alguns lugares dos EUA. Já a Bolívia foi duramente criticada por abandonar no ano passado a Convenção Única de Narcóticos, de 1961, ao não reconhecer a folha de coca como uma droga.

Escalada da violência na América Central

O documento divulgado nesta terça também mostra uma preocupação da ONU com a situação na América Central. “A escalada da violência relacionada às drogas, envolvendo organizações criminosas, transnacionais e locais e outros grupos na América Central atingiu níveis alarmantes e sem precedentes, piorando significativamente a segurança na subregião, tornando-a uma das mais violentas áreas no mundo”, diz o relatório.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Deixe um comentário