Aécio Neves diz que ‘presidência é destino’

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Senador participou da pré-estreia do filme sobre a vida do seu avô Tancredo Neves.

A pré-estreia do filme “Tancredo, a Travessia”, sobre a vida de Tancredo Neves, reuniu alguns nomes do PSDB na noite desta segunda-feira, 24, em São Paulo, incluindo o senador Aécio Neves, neto de Tancredo, que novamente disse que a “presidência é destino muito mais do que projeto”, ao comentar a disputa de 2014.

O lançamento do filme, dirigido por Silvio Tendler, contou ainda com a presença de outros nomes do PSDB, como Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, e dos ex-governadores José Serra e Alberto Goldman. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos protagonistas do filme, não compareceu ao evento.

O final da sessão foi marcado por uma manifestação realizada por um pequeno grupo de estudantes, que esperou a saída dos políticos presentes para protestar contra os partidos políticos. O grupo exibiu cartazes com os dizeres “os partidos políticos não nos representam” e também com uma referência ao movimento “Ocupe Wall Street”, traduzido em “#AcampaSampa”.

Aécio se apresenta para 2014 ‘contra Lula ou Dilma’

O senador Aécio Neves aproveitou um jantar com a bancada de deputados do PSDB para fazer uma manobra ousada dentro do partido, apresentando-se como candidato à presidência da República em 2014.
“Esse não é o momento de candidatura. Precisamos controlar a ansiedade. Mas quando for a hora, contem comigo, seja Lula ou seja Dilma”, disse Aécio, referindo-se à possibilidade de Lula voltar às urnas em 2014 em vez de Dilma disputar a reeleição.

Candidato em qualquer cenário

Setores do PSDB nutriam dúvidas sobre a disposição de Aécio de enfrentar Lula, mas o senador foi direto quanto à sua disposição de ser candidato em qualquer hipótese, e ainda reafirmou: “E se for contra o Lula, vamos em frente”.

O jantar dos deputados do PSDB foi na casa do líder da minoria na Câmara, deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). A presença de 41 dos 53 deputados federais do partido no jantar também foi vista como demonstração de força para uma eventual disputa com o ex-governador José Serra pela candidatura tucana em 2014.

Deixe um comentário