Brasil  

A herança maldita e a tragédia pessoal dos ex-funcionários da Varig

.
 
Fonte: veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/
 
 

(Publicado originalmente a 11 de abril de 2011)

Amigos, amanhã, dia 12, terça-feira, às 15 horas, um grande número de ex-funcionários da falecida Varig fará uma manifestação na Cinelândia, no Rio de Janeiro, para reivindicar direitos e marcar o 5º aniversário do que para eles foi uma tragédia: a intervenção do governo no fundo de previdência complementar Aerus.

Isso, na prática, significou o desastre financeiro para a esmagadora maioria funcionários que, em muitos casos por décadas, contribuíram para o fundo e hoje recebem migalhas (os que se aposentaram) ou não têm perspectiva de receber nada (os que ainda não tinham se aposentado).

Na véspera do dia fatídico, funcionários se manifestaram em Brasília, estiveram com políticos e gente do governo — e nada se resolveu.

Aproveito então para publicar como Post do Leitor texto de José Carlos Bolognese, ex-comissário de bordo da Varig.

Com a colaboração dos ex-colegas José Paulo de Rezende e Wallace Rocha, ele relata as terríveis agruras por que passam os funcionários que contribuíram durante toda uma vida visando ter uma renda decente na aposentadoria, e de como desmandos vários, inclusive do governo, levaram à virtual quebra da Varig e do Aerus, lançando milhares de ex-variguianos na insegurança, na falta de recursos e no desespero.

“O mal é tanto mais perverso quanto indefesa é a vítima”

Sofre sempre mais quem não pode se defender, como velhos, crianças ou deficientes.

Para trabalhadores, o fantasma da velhice é o colapso da aposentadoria. Sendo a aposentadoria pública o que é – exceto quando o emprego também é público e para poucos – quem depende do INSS precisa complementar o que falta pagando do próprio bolso a um fundo de aposentadoria complementar, anos antes da parada final.

Quando se aposenta pelo INSS, o cidadão descobre que as contribuições ao instituto – suas e da empresa – estão numa relação de mais para menos. Pior ainda, sabe, mesmo sem poder provar, que parte do que recolhe, com seu patrão, vai para outras contas do governo. E este, com o respaldo de “especialistas”, que nunca terão de sobreviver de uma merreca do INSS, vende à sociedade o falso argumento do “déficit previdenciário”.

Os trabalhadores da Varig, Vasp e Transbrasil pensavam ter feito por onde evitar essa arapuca. Só esqueceram de combinar com os russos.

A aviação é o mais perigoso meio de transporte, ao contrário do que se acredita. O que garante a segurança do transporte aéreo é o respeito a suas rígidas normas operacionais, mínima tolerância na manutenção de aeronaves e outros equipamentos e, acima de tudo, profissionais de todas as áreas altamente treinados e reavaliados periodicamente. Na aviação não existe o “Não sei… Eu não vi…. Não fui eu”. Cada um responde por sua função.

Há exceções? Claro, e quem procura pelas maiores também encontra as grandes tragédias. O trabalhador de aviação, portanto, merece salário justo pela qualidade e segurança do produto que lhe é exigido, e que oferece ao público. Assim, tem direito a uma aposentadoria decente, que não fique à mercê da previdência pública, paga por muitos para proveito de poucos.

Criação do Aerus e perda de aportes no governo Collor

Essa é a razão da criação, em 1982, do Instituto Aerus de Seguridade Social. Quando foi constituído, o Aerus contava com três fontes dereceita:

1) contribuições da Varig e outras empresas do setor (patrocinadoras);

2) contribuções dos empregados participantes;

3) 3% do valor das passagens domésticas comercializadas.  Essa contribuição deveria ocorrer durante 30 anos, ou seja, até o ano de 2012.

É importante assinalar que nunca se tratou simplesmente de os usuários bancarem a aposentadoria de aeronautas e aeroviários, mas sim de um aporte proveniente das tarifas cujos valores haviam sido estabelecidos anteriormente, e compensando obrigação semelhante por parte do Estado via a antiga Caixa de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários e Empregados em Serviços Públicos (CAPFESP).

Em 1991, porém, no “governo” Collor – apenas nove anos depois de começar o recolhimento desses 3% –, em ato unilateral e sem base técnica, por uma portaria do Departamento de Aviação Civil (DAC), antecessor da atual Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), as empresas foram desobrigadas de repassar esses 3% ao Aerus. Aqui, sim, as empresas receberam um presente do governo, via DAC, porque em período de congelamento de preços elas, deixando de repassar os 3%, conseguiram um considerável aumento de arrecadação à custa dos trabalhadores.

Congelamento de tarifas coloca empresas a nocaute

Começou aí uma série de desequilíbrios que ferem os planos de aposentadoria até hoje. É bom lembrar que DAC ou ANAC não têm jurisdição sobre previdência. Como era um dinheiro dos aposentados, há que questionar para onde foi ou ainda vai esse dinheiro dos 3%, que continua a ser cobrado do usuário (desde então embutido nos custos das passagens).

O outro grande vilão dos aposentados e ex-trabalhadores, que pôs a nocaute Varig, Vasp e Transbrasil – há muito reconhecido pelo Supremo Tribunal Federal – foi a estúpida política de congelamento tarifário do “governo” Sarney, para uma atividade operada segundo normas do mercado internacional e que, por ser uma concessão pública, portanto inerente ao próprio Estado, não pode submeter o concessionário a conduzi-la sem a correta compensação de seus custos, como já bem definiu o mesmo Supremo ao julgar o caso Transbrasil.

O que se seguiu foi a lenta agonia da Varig, que no processo ainda repassava ao Aerus o que recolhia dos funcionários participantes, cessando porém, ilegalmente, de recolher a sua parte como patrocinadora.

Protestos de ex-funcionários da Varig em Brasília, em abril de 2006

Se de um lado o governo asfixiava a empresa via a estatal BR Distribuidora (combustíveis), as altíssimas taxas aeroportuárias e a não admissão de sua dívida para com a empresa, estimada em pelo menos 4 bilhões de reais e gerada pela defasagem tarifária durante os períodos de congelamentos de diferentes planos econômicos, entre 1985 e 1992, e reconhecida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), de outro autorizava a Varig, patrocinadora do Aerus, a fazer 21 contratos – 21 contratos!! — de repactuação de suas obrigações com os planos de aposentadoria de seus funcionários no Aerus.

Já era claro, àquela altura, que as partes – governo, Aerus e Varig – sabiam que tais contratos nunca seriam cumpridos. Como era ainda mais claro para quem não apitou nessas “negociações” – os participantes – que herdariam como até hoje, os prejuízos.

600 pilotos expatriatos. E teve gente que se suicidou

Então, em 12 de abril de 2006, fomos surpreendidos com a intervenção para liquidação dos planos I e II dos trabalhadores da Varig no Aerus. Para se ter uma ideia do impacto do desastre sobre os variguianos, entre essa data e agosto de 2010 estima-se que tenha aumentado em 30% a taxa de mortes entre os ex-funcionários em relação aos índices até então observados. Só entre os aposentados houve 425 falecimentos, alguns até por suicídio.

Quando se aplicou à Varig a nova Lei de Recuperação Judicial de Empresas (lei nº 11.101, de 9/2/2005), embora se trombeteasse que salvaria a companhia e os empregos, o que se fez foi expatriar cerca de 600 pilotos – mão de obra altamente qualificada, formada às custas do Brasil e oferecida de graça a empresas estrangeiras.

As empresas aéreas concorrentes, que lucraram com o fim da Varig, também não absorveram tantos comissários e pessoal de terra como se alardeava.  Os “sortudos” (nem 10%) que conseguiram voltar ao trabalho tiveram de aceitar salários bem mais baixos, tendo em muitos casos, de mudar para outras cidades.

Protesto: “Nós temos a solução! Lula, só depende de você”

Para quem pensa que o calote é só nos trabalhadores da Varig, que vá ficando esperto: Todo o faturamento gerado por uma Varig funcionando foi transferido, na maior parte, para empresas estrangeiras, segundo informou o então ministro do Turismo, Luiz Barretto, no Fórum PANROTAS ocorrido na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio) em 2010: “Só agora, após três anos, o País recuperou a falta da Varig no mercado internacional”, disse o ministro.” Ficamos sem 10 mil assentos em nosso mercado, que só agora conseguimos recuperar, com a participação de empresas aéreas internacionais”.

É curioso. Empresas aéreas internacionais recuperando nosso transporte aéreo…e levando nosso dinheiro. Enquanto se diz isso com a maior….candura, falar em devolver o dinheiro dos aposentados é…. assalto aos cofres públicos?

Para os aposentados do Aerus, sobrou a promessa de solução via um acordo (loteria pra nós) em que a União reconheceria finalmente sua responsabilidade na questão da defasagem tarifária com prioridade para o Aerus.

“Perda de patrimônio e da vontade de viver”

A triste realidade, ainda hoje, é esse brutal aumento de mortes e outras perdas irreparáveis. E os que sobrevivem, enquanto as reservas do Aerus não acabam de vez, tiveram redução de 92% — sim, de noventa e dois por cento! — em seus benefícios, havendo casos de pessoas recebendo pouco mais de 100 reais por mês após pagarem pesadas contribuições durante anos.

Perda de patrimônio, da vontade de viver, abandono de planos de saúde, dependência de parentes e amigos constituem a herança maldita legada em maior parte, por esse “governo de trabalhadores”.

Segundo o que vazou pelo Wikileaks, em dezembro de 2004 fonte do governo Lula declarou a justificativa de não socorrer a Varig: “Por que um governo liderado por um presidente do Partido dos Trabalhadores deveria subsidiar uma empresa mal administrada que atende a elite (o pobre não tem dinheiro para voar)?”

Se esse “governo” achava que a Varig era para elite, devia pensar o mesmo de seus funcionários, pois também os abandonou à própria sorte.

Você pode se inteirar mais dos problemas aqui citados nos blogs

Deixe um comentário

52 comentários para “A herança maldita e a tragédia pessoal dos ex-funcionários da Varig”

  1. Daniela disse:

    Muito romantismo. Aeronautas com vaidade à beira da demência, querendo difamar, acabar com a sanidade mental de outros. Inveja e mau caratismo também marcaram a VARIG. Lutem pelos seus direitos, mas cresçam.

  2. ⇒ Wilma disse:

    Incrível como os desumanos agem…

  3. ⇒ Renato Camargos disse:

    Tenho que pegar uma declaração MODELO PORTARIA MINISTERIAL No 3626 DE 20.11.70 como posso consequi esta declaração?

    Att

    Renato Camargos

  4. ? Filha de um Variguiano disse:

    Li chorando. Meu pai trabalhou a vida inteira para a Varig e agora não recebe nada de volta. Dói demais saber que ele contribuiu a vida toda para o crescimento da companhia e para sua aposentadoria e não está vendo fruto nenhum do que plantou. Toda essa desgraça abalou muito a nossa família. Mesmo esses anos todos depois, a situação ainda é difícil, no entanto, nosso amor pela Varig nunca diminuiu, na verdade, dói lembrar da felicidade que essa empresa nos proporcionou.

  5. ? Wellton Douglas disse:

    Gostaria de saber se alguem conheceu o gerente comecial da varig, não sei bem o ano que ele trabalhou la mais foi por volta de 1999~2001, ele se chama Jose Inacio da Silva, se alguem souber dele ou se mantem algum contato ou se tem algum contato dele, por favor me avise algo, minha familia quer saber o paradeiro dele.

    Grato.

  6. ? Jose Oliveira dos Santos Filho disse:

    Boa noite. retorno para informar aos envolvidos em previdencia privada que mais um fundo de pensão , PORTUS , tambem já afundou , está no diario oficial solicitação do previ, intervenção federal. pelo jeito mais 10.000 aposentados todos sexagenários e acima amargarão sob os auspícios do governo federal o que nós do aerus já estamos sentindo na carne e na alma : comendo o pão que o diabo amassou, já passou de cinco anos isso tudo porque o governo federal assim deseja. realmente não sei se em outros países está acontecendo o mesmo, fato é que : essa elite brasileira realmente conseguiu matar uma das galinhas de ouro ( poupança privada ) desse país. obrigado pelo espaço cedido . oliveira .

  7. ? Zitler Freitas disse:

    Obrigada sr.Hamilton, pela sua preciosa ajuda em favor da nossa causa. No momento é com a ajuda de pessoas como o sr que podemos contar.Muito obrigado. Zitler Freitas

  8. É inacreditável que nós do AERUS/VARIG estamos ainda passando por este problema.
    Problema este, que os nossos governantes já poderiam ter feito algo por nós se tivessem amor ao próximo. Isso é um vergonha nacional.
    Obrigada Sr. Hamilton pelo poste em seu site.

  9. ? Jose Oliveira dos Santos Filho disse:

    Boa noite. que me perdoem os variguianos tentei ler todos os comentários possiveis, o do sr curvello me chamou atenção , quando ele diz que a varig, aerus e governo federal são responsáveis pelo genocídio social, economico e moral dos aposentados do aerus assim como milhares de empregados da varig que vergonhosamente até hoje nem o órgão máximo em defesa do trabalhador ,ministério do trablho, ainda não se posicionou a respeito da questão , nem sei se ainda nos tempos atuais esse orgão ainda exista como realmente seria de sua responsabilidade existir. no caso em questão do aerus orgãos como stj , stf , e por aí afora já stão carecas de saberem desse problema. tratam essa situação dos aposentados do aerus com se fosse uma partidinha de ping-pong, é de lá para ca e para la , só que não sabem ou pouco estão se impotando que como eu e outros aposentados do inss com uma aposentadoria parca ainda pagamos irpf e ainda somos obrigados a pagar mais no ajuste anual , nos obrigando em caso de doenças que nessa idade acima dos 60 anos é comum, a apelar para o sus que é uma vergonha nacional. alguem lembra do caso capemi na famosa era da ditadura ?lembram da repercussão e lembram das medidas que o governo tomou aquela época? devo dizer que naquela época muitos jovens como eu tivemos conhecimento do fato porque a própria imprensa fez uma divulgação imensa a respeito e hoje nem os mais velhos, poucos tem conhecimento desse genocídio vergonhoso com os aposentados do aerus. retornando o que realmente importa entendo que dificilmente essa questão do aerus será resolvida pois é ´preciso que os trabalhadoes desse país que pagam previdência privada, que muitos desse fundos de pensões estão tão enroladas quanto o aerus só que os gestores desses fundos jogam tudo debaixo do tapete a sete chaves , inclusive os fundos dos funcionários governamental tambem estão inseridos nessa vergonha , é só ver o que está acontecendo com os fundos da petrobras , cef , banco do brasil barsa do amazonas e outros. o governo federal assim como os orgãos judiciários tem amplo conhecimento sobre todas essas falcatruas que está acontecendo com a previdência privada no Brasil e sabem que assim que alguem do nosso judiciário resolver o obrigar, por lei, o governo federal a restituir o dinheiro que ainda está sendo roubado dos aposentados do aerus , patrocinado pelo governo federal , aerus e varig , certamente haverá uma cobrança exasperada dos participantes dos outros fundos. espero que o poder executivo , legislativo e judiciário pensem bem a porcariada que não querem reparar pois ainda está a tempo, antes que essa situação se agrave ainda mais. daqui a pouco estou indo embora com um nó na garganta do tamanho do mundo , pois estou sendo roubado e não tenho nem o direito como reaver , aliás muitos aposentados do aerus não suportaram e partiram se suicidando. obrigado se esse comentário for aceito e caso não seja agradeço assim mesmo. oliveira.

  10. ? Valter Cardoso dos Santos disse:

    Embora muitos de nosso colegas VARIG aposentados já tenham ido para a sua morada eterna, é bom saber que outros tantos continuam a luta pela nossa sobrevivência. Obrigado a todos vocês. Continuem…, pois nas minhas possibilidades e limitações também continuo a defender o legado deixado a nós todos pela nossa querida VARIG.

    Veja o site: http://velhinhos-aerus-varig.blogspot.com

    Valter Cardoso
    SSA

  11. Oi hamilton,
    Trabalhamos na melhor Empresa Aérea, A NOSSA VARIG, pelo BRASIL, ela nunca compactuou com a CUT nas greves.
    Recebemos o troco, e como eles são o dono da Justiça. Quem pode manda, quem não pode sofre.
    JUSTIÇA sò O BOM DEUS……..bom trabalho. EX-aposentado Jorge Grillo

  12. ? Cristina Magrassi disse:

    Prezado Hamilton
    Segue meu comentário. Vou divulgar o blog a alguns conhecidos pedindo que comentem também.
    Um abraço
    Cristina

    É muito importante que essa tragédia não caia no esquecimento, pois é justamente isso o que o Governo deseja. Desde que a velha VARIG entrou em crise financeira, o Governo manteve-se alheio ao destino que poderiam ter os milhares de funcionários que lá trabalhavam. . Além disso, o Governo, através da Secretaria de Previdência Complementar, deixou de fiscalizar o Aerus, como lhe competia, resultando em sua liquidação. Muitos dos ex-funcionários da velha VARIG morreram por falta de recursos e outros tantos vivem hoje à mingua. Uma vergonha nacional!
    Obrigada por seu interesse e iniciativa .
    Um abraço,
    Cristina Maria Magrassi de Sá

  13. ? Amaury Medeiros disse:

    Caro Hamilton Macedo,
    Estou sentindo na pele esse problema, pois minha mãe é pensionista do Aerus.
    Amaury

  14. ? Celso disse:

    Senhor Hamilton,

    Se todos procurasse dar um pouco de sí, assim como o senhor esta fazendo, o mundo seria bem melhor.
    Celso

  15. ? Fernando disse:

    Quanto mais pessoas tomarem conhecimento do “Imbroglio” que se tornou o assunto Aerus na justiça, melhor.
    Muito obrigado às pessoas, que, cada uma a sua maneira, nos ajudam a não deixar o assunto cair no esquecimento.
    Abcs a todos.
    Que Deus os abençoe

  16. ? Amauri Josoel dos Santos disse:

    Obrigado Hamilton por tão oportuna matéria em favor da nossa causa. Me espanta o fato hoje em dia de que a maioria das pessoas com quem converso não tem um conhecimento mínimo do que realmente ocorreu, principalmente com os funcionários abandonados a própria sorte depois de uma vida dedicada ao trabalho. Quase todas, quando sabem que eu trabalhei na Varig por quase 30 anos, dizem: “ah, mas pelo menos você deve ter saído muito bem né?” ….. “recebeu uma bolada, etc…etc….” Ou seja, a memória do povo é realmente curta e quanto a isso não podemos fazer nada pois é próprio do ser humano ou, pelo menos, de nós brasileiros. O que surpreende de verdade é que um país que se diz “emergente” e que está entre as potências do futuro próximo, tenha um passado tão negro e cheio de injustiças como a que foi feita em torno da negociação da Varig, onde todo mundo lucrou, menos os que sustentaram essa empresa no ar por toda uma vida.
    Mais uma vez, obrigado pela sua ajuda.
    Um grande abraço,
    Cmro. Josoel Santos
    28 anos de Varig

  17. ? Mário J. de M. Gonçalves disse:

    Prezado Hamilton

    O silêncio, a omissão e a lentidão das autoridades envolvidas nos vários aspectos de nosso problema conduz-nos às raias do desespero. Seu envolvimento na questão, com a publicação do artigo, traz novas esperanças a todos nós, ex funcionários demitidos e aposentados assistidos pelo Aerus.
    Agradeço em nome de todos

    Mário J. de M. Gonçalves

  18. ? Elizabeth F. de Oliveira disse:

    Sr. Hamilton,

    Obrigada pela solidariedade prestada aos ex trabalhadores da VARIG, participantes, aposentados, pensionistas e assistidos do plano de previdência complementar AERUS.

    A falta de atitude do Governo brasileiro, está dizimando, silenciosamente, todos nós que adquirimos o direito à vida, não pelo que diz a Lei mas por nossos príncípios éticos, morais, no exercício da cidadania e suor do nosso trabalho, dedicado aos que nos confiaram a segurança de suas vidas quando à bordo dos aviões da VARIG, empresa genuinamente brasielira.

    Hoje muitos deles estão no Poder, e ao contrário do que fizemos, estão nos condenado à morte pelo descaso e desrespeito aos nossos direitos, manchando e envergonhando a história do Brasil, com essa tragédia social jamais ocorrida em nosso país.

    O número de óbtos entre os nossos, aceleredo pelo desespero de, na velhice, sermos furtados sem que providências legais sejam tomadas , já supera em muito aos da ditadura militar; Quase 600!

    Aqui fica o meu apelo a Senhora Presitende da República!

    O governo deve à VARIG, é só fazer os cálculos. A VARIG deu em garantia ao AERUS para os planos de benefícios de seus funcinários o produto da diferença tarifária que está em grau de recurso(RE571969) para ser julgado pelo STF, tendo a Senhora Ministra Cámen Lúcia por relatora. O Governo , através de seu agente SPC, hoje PREVIC, concordou; ou seja, admitiu que deve.

    Presidente Dilma Rousseff, precisamos que seja feito um acordo que nos liberte desse sofrimento e nos devolva o direito que adquirimos e que a Carta Magana do nosso país diz garantir.

    Temos outras ações, que julgadas comforme a Lei e a Justiça, também nos devolverão nossos direitos.
    Apelo aos Senhores Juízes e Desembargadores,( 14ª vara de Justiça Federal e TRF1) cujas ações estão sob apreciação!

    FAÇAM TRIUNFAR O DEIREITO E A JUSTIÇA!

    Elizabeth F. de Oliveira

  19. ? Rubens Gilberto Fisch disse:

    Muito boa reportagem, realmente è a pura verdade onde governantes nada fazem pelo povo que os elegeu ,esperemos que tenhamos melhores dias, a nossa esperança continua e que DEUS nos de forças para continuar um abraço
    Rubens Gilberto Fisch

  20. ? Ziede disse:

    Excelente serviço prestado aos desasistidos pelo Instuto Aerus.
    Trata-se de uma matéria muito explicativa, de forma clara e honesta, embora muita “maracutaia” não tenha sido reportada no texto. Não é segredo a ninguém as negociações políticas que envolveram a bancarrota da empresa.
    Enfim, meu agradecimento ao jornalista e minha esperança de que algum Ministro do Supremo ou mesmo que a Sra. Presidente, por ventura, leiam esse artigo. Embora isso tudo seja do conhecimento deles, faz tempo. Valeu!

  21. ? Geraldo Santana Tavares disse:

    Bom dia Sr. Hamilton e meu muito obrigado pela divulgação de algo fundamental à vida.
    Ao Sr. Bolognese, a ratificação dos meus agradecimentos por mais esse texto cuja repercussão reacendeu em mim novas esperanças de que a justiça se efetive.
    Respeitosamente,
    Geraldo Sanatana Tavares.

  22. ? Fredy Kurt Wiedemeyer disse:

    Que continue esta luta.parabens.vamos sempre juntos até o fim

  23. ? Jorge M. Curvello disse:

    Fico agradecido por esta sua colaboração e informo que também, como posso, estou nessa forma de luta postando em meu blog
    http://wwwarlindonews-arlindo.blogspot.com/ e no Youtube,
    matérias contra essa monstruosidade feita a nós, funcionários da Varig beneficiados pelo Aérus até onde durou. Acredito em um advogado experiente que me disse ter sido esse o golpe calote mais bem impetrado em nosso país envolvendo as três entidades, a própria Varig, o Aérus e o Governo, unidos nessa falcatrua onde os poderosos de todos as três saíram lucrando, se bem que na Varig, somente os que causaram sua falência, algo que também acredito ter sido assim.
    A cada notícia, informação ou tentativa de solução vigente encontro o dedo da superioridade apontando para baixo, o que me apavora não pela falta do dinheiro perdido, mas pela corrupção vigente que afunda o país na vergonha, luto e miséria, em nome de poucos beneficiados. Porém é bom saber que existe ainda pessoas como o senhor, que sonham com justiça e lutam por ela e não nos deixa morrer a esperança de um futuro melhor. Obrigado por postar em seu Blog nossa causa e, se precisar algum dia de depoimentos pode contar com os meus.
    Comissário curvello

  24. ? Antenor Cirtoli disse:

    Obrigado Hamilton pelo seu trabalho que com certeza contribuirá de alguma forma para mecher nessa máquina federal que não está nem ai para os que estão sofrendo, devido a incompêtencia de fiscalizar o que lhe compete com isso prejudicando milhares de pessoas. Precisamos das pessoas que trabalham com a verdade como você.
    Um grande abraço do grupo AERUS de Florianópolis, SC.

  25. ? Carlos Edmundo Matzenbacher disse:

    boa noite Hamilton
    obrigado pela mensagem.
    torna-se árduo o dia a dia de todos nós do AERUS, amplamenteexplicitado por tantos colegas, viver e ainda tentar crer que há luz ao final do tunel. nossa essencia se esvai em percalços e iras.
    obrigado
    atenciosamente
    carlos edmundo

  26. ? Fabio Cruz disse:

    Os aposentados e ativos deste país que se dispuseram a trabalhar nas alturas estão hoje soterrados por uma lama podre, que fede, e mostra como são tratadas as pessoas de bem deste país. Resta-nos o STF através da Ministra Carmen Lúcia, a 14 vara de Brasília (retorno dos pgtos AERUS) como a última cartada para minimizar o estrago que já aconteceu, com a morte de vários colegas novos (CMT Rodrigo Da Matta) e de pessoas com mais idade que certamente nunca imaginariam um final de vida tão estressante e ameacador. A aviacao Brasileira precisa de paz e para isso o respeito com seus profissionais (com mais de trinta anos de servicos) precisa ser restabelecido.
    A defasagem tarifária devidamente corrigida já seria por si só suficiente para pgto das dívidas da antiga VARIG. O Governo dos trabalhadores tá em débito forte com a gente.

  27. ? Dione Mathilde Hecke disse:

    Sensibilizada pela valiosa colaboração do Sr.Hamilton e do jornalista Ricardo Setti, espero que o antigo ditado A JUSTIÇA TARDA MAS NÃO FALHA venha se cumprir enquanto estamos VIVOS e ESPERANÇOSOS!!! Obs: escrito por Beatriz , irmã da Dione (motivo diabetes com deficiência visual ) Secretária aposentada (Varig Curitiba=Pr)i

  28. ? Jorge disse:

    Parabéns e obrigado pela matéria:
    Ultimamente só ouvimos falar em falecimentos dos nossos queridos irmãos Variguianos. Hoje tenho 62 anos,
    será que ainda poderei usufruir dos beneficios que me foram roubados. O governo foi responável por tudo que aconteceu, portanto, tem que ressarcir dos prejuízos que nos causaram. A justiça tem que ser feita imediatamente, afinal na idade em que nos encontramos não nos permite esperar mais um segundo sequer.
    Cadê o atendimento prioritário que os idosos tem direito! Onde foi parar!
    Jorge Tartaruga.

  29. ? Vilson B. Czarnobay disse:

    Sr.Hamilton!! Obrigado por publicar a materia sobre o problema Varig/Aerus, este que se tornou o maior “GENOCIDIO SILÊNCIOSO” , visto que toda responsabilidade cabe ao governo PT , que faz questão de tapar os olhos e ouvidos do nosso povo e da midia , por ser eles os representantes do “PT” os responsaveis pela tragedia que vivemos , os ex.funcionarios da Varig.
    Vilson.

  30. ? Vilmar Mota disse:

    Prezado Hamilton Macedo: Muito obrigado pelo apoio, tão importante, à causa Varig/Aerus; somos 17.000 famílias vivendo toda a sorte de perdas; perdas de entes e colegas queridos; perdas dos bens materiais; 8.000 assistidos do Aerus com idade média de 72 anos; e o Estatuto do Idoso?
    As autoridades permanecem indiferentes…
    Vamos esperar ATÉ QUANDO? ATÉ QUANDO?
    Vilmar Mota
    Assistido Aerus

  31. ? José Gomes Jordão disse:

    Agradecidos Sr.Hamilton Macedo por se interessar abraçando a nossa causa. Há mais de cinco anos, desde quando começou o nosso drama, quase 600 amigos e colegas de causa vieram a óbito por não suportarem ver a perda de tudo que construiram através do seu trabalho honesto, pelas suas famílias e pelo Brasil.
    Nestes anos, tem sido uma luta desigual.
    Centenas de emails, cartas, apelos, batidas em portas que nunca se abrem, passeatas,. vigílias, viagens a Brasília e dezenas de outros atos com o objetivo que nos atendam e até agora temos tido como resultado apenas promessas e mais promessas que nunca se conretizam.
    Somos idosos e o cansaço já nos atinge de uma maneira cruel.
    Processos a nosso favor circulam pelo Judiciário e é um vai e vem sem nenhum retorno positivo para nós.
    É em pessoas como o Senhor que depositamos nossa Fé e Esperança. É uma voz firme e forte que com certeza será ouvida.
    Mais uma vez muito obrigado por abraçar a nossa causa.
    José Gomes Jordão.

  32. ? Isis Tavares Uhr disse:

    Prezado Sr. Hamilton Macedo
    Agradeço em nome de nossa família o seu interesse em divulgar o triste drama vivido pelos funcionários e aposentados da VARIG.
    O Governo vem persistentemente fugindo à responsabilidade que lhe compete, tratando a todos como filhos enjeitados.
    Até quando clamaremos por Justiça!!!
    Obrigada
    Abraços
    Isis Tavares Uhr
    (esposa do comissário Sigmar)

  33. ? Nelson Pereira Ribeiro disse:

    Aos meus 73 anos e aposentado pelo AERUS desde 1993, venho agradecer a “força” que nos foi dada em seu site. Estando atualmente fazendo parte do Conselho Deliberativo da APRUS (Associação dos Participantes e Beneficiários do AERUS), agradeço em meu nome, em nome dos Diretores e Conselheiros da APRUS e principalmente, em nome dos nossos associados e “credores” do AERUS.

  34. ? Laura Kiyoko Ide disse:

    Prezado Sr. Hamilton Macedo
    O drama dos ex-funcionários, aposentados da Varig é muito cruel, que é a pura realidade.
    O governo corrupto, sujo que nada fazem para solucionar esse grave problema.
    Agradeço pela publicação séria e bem clara no seu blog.
    Muito obrigada!
    Laura Ide

    • ? Flavia Macedo disse:

      As mensagens das colegas, a maioria já aposentadas é realmente muito preocupante, pois deixa transparecer quão duro foi o golpe em cima desses profissionais da aviação. Entretanto. o painel deixa de endereçar aquelas aeronautas com 15 anos de trabalho, balzquianas para o mercado e não aceitas por outras congêneres por terem perdido seu principal atributo: a juventude. Sem conseguir colocação na profissão que exerceram por mais de uma década, muitas dessas comissárias simplesmente piraram. A essas nem a tranquilidade da parca contribuição da aposentadoria pôde ser concedida , isso para não mencionar que também foram contribuintes do AERUS por uma década e meia. E nada podem lutar na justiça.Todos na mesma situação, cada um com a sua dose de sofrimento. Quanto aos governos, creio que nunca devemos esperar nada de políticos que nada farão pela classe de aeronautas ou aeroviários neste país.
      Flavia Macedo
      Ex=CMRA Varig

  35. ? Roberto Olsson disse:

    Prezado Sr. Hamilton:
    E com imenso prazer que dirijo minhas simples palavras de agradecimento ao Sr. e a todas as pessoas que estão tentanto mostrar que neste pais ainda existe um pingo de boa vontade e justiça. Nosso drama se arrasta ha tanto tempo que lamentavelmente alguns até já esqueceram que a NOSSA VARIG foi a melhor e maior empresa Brasileira de aviação e representou o Brasil com honra e garra durante os muitos anos que levamos a bandeira brasileira pelo mundo afora como referência de alto nível de atendimento e comprometimento com o público que nos prestigiou e nos ajudou a mantem bem alto a ESTRELA BRASILEIRA que tão bem representou este injusto e vergonhoso pais sem leis e sem justiça.
    Espero que alguem olhe com os mesmo olhos que o Sr. esta olhando para nosso problema e que possam dar uma solução definitiva para esta VERGONHA NACIONAL DE DESRESPEITO À CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA E DOS DIREITOS DO TRABALHADOR BRASILEIRO…
    Mil vezes obrigado!
    Um forte abraço deste humilde ex-trabalhador enganado pelos próprios governantes…
    ROBERTO OLSSON

  36. ? Roberto Santos disse:

    Prezado Hamilton:
    Junto-me aos demais colegas para prestar-lhe os meus agradecimentos. Atitudes como a sua nos permitem continuar alimentando alguma esperança.
    Muito obrigado.
    Um abraço,
    Roberto Santos.
    Aeronauta aposentado.

  37. ? Procópio disse:

    Caro Hamilton,
    Nosso agradecimento sincero, pela publicação, nossa luta com certeza não será em vão.
    Um abraço de um daqueles, que com certeza um dia tornou sua viagem mais agradável.
    Procópio
    Comrº Varig, durante 28 anos e até hj não recebeu R$ 1 pelo trabalho de toda uma vida.

  38. ? José Feio disse:

    Hamilton,
    Minha familia e eu agradecemos a gentileza de seu interesse em divulgar nossa luta,bem como toda a injustiça e sofrimento que estamos passando.
    Um abraço
    José Feio e familia
    Piloto aposentado

  39. Hamilton,
    A crença que o drama AERUS pode ter fim está justamente em atos como o seu, pois com a repercussão que tem seu site teremos mais adesão por parte dos brasileiros, e quando muitos gritam alguém, fatalmente, escuta. É isso que queremos, que nossa causa – readquirir dignidade recebendo aquilo que nos é de direito – seja divulgada à exaustão, até chegar no planalto central e ali as autoridades jurídicas perceberem que não há mais tempo para delongas, postergações e explicações que não satisfazem, ou seja, que tomem em suas mãos uma simples caneta e assinem a nosso favor as ações impetradas.
    Muito obrigada por sua inestimável ajuda.
    Um abraço variguiano,
    Cláudia Vasconcelos
    cmra. aposentada Varig

  40. ? Gustavo Adolfo de Salles disse:

    Prezado Hamilton Macedo.
    Agradeço em meu nome e de minha família, a publicação em seu Blog da matéria sobre os trabalhadores da VARIG, massacrados pelo governo do partido dos trabalhadores. Até quando teremos que esperar por justiça em favor do grupo de trabalhadores da Varig.
    Saudações,
    Gustavo Adolfo de Salles
    Comissáro aposentado VARIG

  41. ? Fernando Rocha disse:

    Prezado Hamilton Macedo.
    Muito obrigado por sua adesão a nossa causa. Precisamos muito que a verdade sobre as razões da quebra do AERUS seja mostrada à opinião pública.
    O seu desconhecimento faz com que o “sistema” não assuma sua responsabilidade pelos motivos de nossa penúria.
    Atenciosamente.
    Fernando Rocha.
    30 anos VARIG
    + de 20 anos AERUS.

  42. Se quiser poderá acessar o Blog

    http://aposentadosedemitidosvarig.blogspot.com

    Lá encontrará muitos textos sobre o nosso grave problema.
    Mais uma vez o meu muito obrigado.

  43. Muito obrigado caro Hamilton Macedo por postar esta matéria tão importante sobre os Trabalhadores da VARIG que foram desprezados por este governo que se diz ” Governo dos Trabalhadores ” ( Grande Ironia ). Meus agradecimentos pelo apoio e solidariedade a todos nós.
    Atenciosamente,
    Comissário Aposentado VARIG Paulo Resende
    José Paulo de Resende
    Itaipu – Niterói – Rio de Janeiro

  44. ? Macedo Rocha disse:

    O MEU ETERNO OBRIGADO MEU E DE MINHA FAMÍLIA AO Sr.
    GOSTARIA MUITO QUE A MÍDIA DESSE MAIS ATENÇÃO À NOSSA CAUSA.ATT,MACEDO ROCHA.
    MAIS UMA VEZ À MINHA GRATIDÃO.

  45. Muito obrigado caro Hamilton Macedo por postar neste blog tão importante a matéria do Jornalista Ricardo Setti. Nosso drama já dura aproximadamente 5 anos e 4 meses ( 12 de abril de 2006/12 de agôsto de 2011) e até agora 582 colegas nossos da VARIG já faleceram sem verem o grave problema do AERUS VARIG resolvido. As autoridades deste País viraram as costas para todos nós e nada fazem para resolver o problemão. Uma verdadeira Tragédia Silenciosa se abateu sobre todos os Trabalhadores da VARIG e seus familiares. Pessoas que pagaram muito para terem uma aposentadoria privada e terem uma aposentadoria digna e hoje passam pelas maiores privações. Por isto o meu muito obrigado por postar em seu importante blog esta importante matéria. Agradeço em meu nome em nome de minha famíia e em nome de todos nós Trabalhadores da VARIG.
    Atenciosamente,
    Comissário Aposentado Varig Paulo Resende.
    José Paulo de Resende
    Itaipu Niterói – Rio de Janeiro.
    Se quiser poderá ver o blog que eu criei e que é de todos os trabalhadores da VARIG.
    http://aposentadosedemitidosvarig.blogspot.com

  46. ? Amaury Antunes Guedes disse:

    http://www.youtube.com/watch?v=WYGUCDZPeg8

    Prezado Sr. Hamilton Macedo, parapeço se possível, divulgar, as imagens falam por si só. Minha filha e eu, agradecemos sua generosa atenção para tão nobre causa. Já soma mais de 582 óbitos em 5 anos!
    Amaury Antunes Guedes, aposentado Varig/Aerus 76 anos

  47. ? Lucia Lopes disse:

    Sr.Hamilton , obrigada por divulgar o nosso drama.
    Trabalhadores fiéis , violentados , por um governo corrupto ,que também violentou a “Nação Brasileira”ao apagar a Varig do seu Patrimonio Nacional!
    Abs.

    • ? Maria Celestina Dalla Pria disse:

      Muito Obrigada sr Hamiltom e que DEUS o fortaleça, pois tenho fé que através do SR. e outros dedicados a causa Variguiana, chegaremos a uma solucção satisfatória, precisamos unir forças realmente e a fé nos acalma e talvez ilumine àqueles que decidem.

  48. ? Nice Leite disse:

    Muito significante sua mensagem, me sinto privilegiada de te-lo conhecido e trabalhado com um profissional se seu cunho.
    O que me admira muito é um governante dizer tamanha barbaridade, que os pobres nao utilizam aviao…ele deveria nao só se educar, mas tambem se informar mais, as pessoas que ele intitula de pobres, voam sim para todas as partes, pagando em varias prestacoes, e para minha surpresa maior,um governante que publica as bobagens que ele fala e nem sequer há um apessoa que o instrua, para nao falar besteiras iguais a estas.É uma grande pena que nosso pais esteja nao maos de pessoas tao incompetentes e sem nenhum escrupulo.
    Abs
    Nice

  49. ? Lucia Correia Pacheco disse:

    Hamilton. Será de grande valia a publicação no seu conceituado e bem visitado site da matéria sobre a situação de sofrimento e angústia por que passam os aposentados pensionistas do AERUS/VARIG. O nosso agradecimento e que a divulgação alcance as esferas do poder que tem a caneta para resolver de vez essa injustiça. Um abraço para Bolognese e seus colegas que fizeram chegar à imprensa essa tragédia que vem acontecendo há mais de 5 anos. Um bj grande e fica com Deus.

  50. ? JC Bologneses disse:

    Prezado senhor Hamilton Macedo,

    Muito obrigado pelo seu comentário na coluna do Ricardo Setti e também pela publicação no seu site, dessa história que infelizmente estamos há tanto tempo tentando contar para os ouvidos surdos e indiferentes da nossa justiça. Não é necessário repetir aqui o nosso drama que está no texto, é claro. Aproveito apenas para agradecer em meu nome e dos colegas que me assistiram na matéria que o Ricardo Setti generosamente colocou em destaque na sua coluna e que agora é repercutida em outro site de grande penetração na mídia eletrônica, o Brasil Em Foco. Se me permite, vou divulgar o Brasil Em Foco para meus colegas variguianos e pedir que também postem seus comentários.

    Abraço,
    José Carlos Bolognese