‘Financial Times’ ironiza vídeo em que Dilma encarna uma dona de casa comum

Fonte: Opinião & Notícia
.
timthumb.phpUma reportagem publicada pelo jornal britânico Financial Times na última quinta-feira, 21, ironiza a campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff. Intitulada “Brasil: uma dona de casa para presidente!”, a reportagem cita o paradoxo entre a figura presidencial de Dilma, com apelo à força das mulheres, e sua tentativa de parecer uma dona de casa comum no vídeo oficial de sua campanha.“Dilma Rousseff é uma mulher impressionante. Durante o período ditatorial do Brasil ela passou dois anos na prisão, onde foi torturada por muito tempo. Após reconstruir sua vida, ela foi eleita a primeira presidente mulher do país, servindo de exemplo para as próximas gerações. Contudo, no vídeo oficial de sua campanha à reeleição, Dilma aparece encarnando a….dona de casa”, diz a reportagem.

O jornal ilustra a reportagem com uma parte do vídeo em que, segundo o texto, Dilma aparece de terno, servindo um espaguete supostamente feito por ela. “Uma situação bastante desconfortável”, diz o jornal.

Segundo o jornal, a campanha tenta dar à Dilma algo que fez Lula, seu mentor e predecessor, tão popular no país: carisma e toque humano. Segundo a reportagem, Dilma não tem nenhuma das duas características.

“Que forma melhor de atrair as massas do que mostrar aos brasileiros que Dilma é igual a eles, ou às suas mulheres? Além disso, qual a melhor forma de apelar aos brasileiros que não têm renda para contratar uma empregada doméstica para cozinhar para eles?”, diz o texto.

A reportagem diz que nem as próprias donas de casa ficaram contentes com o vídeo. Muitas acusaram Dilma de parecer “forçada” no vídeo. Até porque a própria presidente diz na gravação que não tem tempo para cozinhar. “Só o tempo dirá se os brasileiros gostaram da ‘Dilma dona de casa’. Se não gostarem, ela terá todo o tempo do mundo para aperfeiçoar suas omeletes”, diz o jornal.

 

Deixe um comentário