Disputa por Neymar escancara a arrogância do Barcelona e do Real Madrid

Fonte: Ricardo Setti

Enquanto a novela envolvendo a disputa de Neymar pelo Barcelona e o Real Madrid promete oferecer mais dezenas de capítulos, ambos os gigantes do futebol da Espanha vão dando sucessivas mostras de sua arrogância. Um tom acentuado pelos principais jornais esportivos do país, que estão sempre radicalmente a favor de um ou do outro time. A objetividade jornalística, em matéria de futebol, está a anos-luz da imprensa escrita.

As mais recentes empinadas de nariz são desta semana e partem do Barça, já que só agora o clube catalão parece ter entrado para valer na briga pelo craque santista. “Neymar convence – O Barça estudou com lupa o craque e seus informes, tanto técnicos quanto pessoais, são excelentes”, dizia a chamada de capa do Mundo Deportivo, publicação pró-Barcelona.

Bom, então quer dizer que só agora resolveram debruçaram sobre Neymar? Só agora, e depois de analisar “com lupa” seu perfil, o consideram apto a vestir a camisa azul-grená? E tudo o que ele já conquistou com o Santos? E seus gols pela seleção? “Pep gosta”, dizia outra manchete, publicada hoje, em referência à opinião do técnico barcelonista, Pep Guardiola, sobre Neymar.

Até o vazamento dos contatos mais sérios entre Barça e Neymar, quem vinha jogando “de salto alto” ao falar do jogador era o Real Madrid. Em uma das deslizadas mais célebres, o clube madrilenho anunciou no final de junho, ainda sob o efeito da pancadaria entre Santos e Peñarol pela final da Libertadores – da qual Neymar participou -, que queria “mudar a imagem de Neymar”. Teriam inclusive viajado ao Brasil para reunir-se com o jogador e seu pai e empresário para “moldar seus comportamentos e adaptá-los à imagem do clube”, além de solicitar a ele “um corte de cabelo mais sério”.

Detalhe: o jogador pertencia, e ainda pertence, ao Santos.

Deixe um comentário