Arquivo de julho de 2015

O messias e a travessia!

quinta-feira, 30 de julho de 2015

tijjjA presidente Dilma Rousseff resolveu gravar no último fim de semana cinco vídeos, com duração entre 30 segundos e um minuto, que serão divulgados nas redes sociais a partir desta semana. Se alguém vê nisso uma estratégia, parabéns, pois é mesmo.

O messias e a travessia!

quinta-feira, 30 de julho de 2015

.
Por Cláudio Schamis
.

Calma pessoal. Vamos fazer essa travessia juntos. Mas espera um pouquinho que eu volto já

Calma pessoal. Vamos fazer essa travessia juntos. Mas espera um pouquinho que eu volto já

A presidente Dilma Rousseff resolveu gravar no último fim de semana cinco vídeos, com duração entre 30 segundos e um minuto, que serão divulgados nas redes sociais a partir desta semana. Se alguém vê nisso uma estratégia, parabéns, pois é mesmo. Até porque assim ela não corre risco de haver um novo panelaço ao vivo e porque quem hoje aguenta mais que um minuto ouvir a presidente falar? E com certeza ela não quer atrasar o começo de “Babilônia”.

Em um dos vídeos, Dilma aborda a crise política e econômica, fala da necessidade do ajuste fiscal e diz que o momento que vivemos é apenas uma travessia para dias melhores. Só faltou ela se intitular o messias que nos conduzirá para a terra prometida. Sim, Dilma prometeu uma terra com empregos, menos analfabetos, fartura, mesa cheia, folhas de pagamento nas empresas desoneradas, um combate forte contra a corrupção, punição sem medo e sem distinção de credo, cor e partido. Prometeu uma Pátria Educadora, mais escolas, creches, mais PAC´s, uma Olimpíada no Rio de Janeiro padrão FIFA, transparência e várias outras coisas.

Na verdade Dilma e Lula, principalmente, sempre se consideraram “os escolhidos” por Deus para libertar o povo brasileiro do obscurantismo. Mas o problema foi que eles resolveram fazer o caminho da cabeça deles, preferiram pegar um atalho e deu no que ainda está dando e que pelo visto não tem prazo para acabar.

Será, então, que vamos levar os mesmos 40 anos – ou até mais no nosso caso – que Moisés levou quando conduziu o povo hebreu pelo deserto a caminho da tal Terra Prometida da qual já falei anteriormente, para perceber que Lula durante oito anos e Dilma durante (ainda) cinco anos, estão sim levando o povo brasileiro cada vez mais para perto das trevas? Por quanto tempo então mais vamos esperar? Será que ainda não deu para perceber que com esses condutores o trem está desgovernado?

Essa tal da paciência que a presidente prega que é preciso ter com o governo, eu não tenho mais.  Na verdade, ela passou a não existir a partir do momento em que Lula subiu a rampa do Planalto.

Com Dilma não existe mea-culpa!

Isso daí? Culpa do Moro, do Lava-Jato. Minha é que não é

Isso daí? Culpa do Moro, do Lava-Jato. Minha é que não é

É fato. Com Dilma – e também com Lula – nunca existiu essa tal de mea-culpa. Imagina se Lula ou Dilma iriam admitir alguma culpa no que quer que seja.

A mais nova “não é minha mea-culpa” foi imposta por Dilma à investigação Lava-Jato. Com a economia em frangalhos e para ter quem culpar, Dilma afirmou que a queda no PIB é de inteira responsabilidade da Lava Jato, ou talvez em outras palavras do juiz Sérgio Moro.

Em nenhum momento Dilma culpou a corrupção na Petrobras como a culpada pela queda do PIB. A culpa recaiu justamente em quem investiga e não nos investigados.

E depois temos que escutar que esse é um governo sério. Fala sério né?

Metástase!

A Operação Lava Jato a cada novo passo que dá mostra, sem vergonha nenhuma, que o câncer chamado corrupção não se restringe a um órgão somente, no qual fosse possível tirar as células cancerígenas para que o resto do “corpo” Brasil ficasse debilitado, mas não morto. Mas com a possibilidade do presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso na última terça-feira, 28, numa nova fase da Lava-Jato, pela possibilidade de ter recebido R$ 4,5 milhões em propina pagas pela Andrade Gutierrez e Engevix, mostra sem sombra de dúvida que o câncer corrupção se espalhou de forma que não existe mais controle sobre ele.

A cada nova ressonância feita pela Polícia Federal vai se tomando conhecimento de novos órgãos do “corpo” Brasil que estão comprometidos. E pelo que vimos até agora, parece que o “corpo” Brasil está 100% comprometido. Tudo é questão de tempo e da revelação desses “exames”.

Chegamos ao ponto onde quimioterapia e radioterapia não são mais eficazes nem eficientes. Chegamos ao ponto onde somente um transplante pleno poderá frear o avanço do câncer. Mas para que esse processo possa começar é necessário que a célula mãe e a célula pai cancerígenas sejam extirpadas da face de Brasília para nunca mais voltar.

Salve as baleias. Não fume em ambientes fechados. Não jogue lixo no chão.

Justiça Eleitoral suspeita de gráfica que recebeu R$ 6 mi do PT

quinta-feira, 30 de julho de 2015

ÍndiceA campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff pagou R$ 6,15 milhões para gráfica que não tem nenhum funcionário registrado e cujos documentos registram o motorista Vivaldo Dias da Silva, que recebia R$ 1.490 em 2013

Justiça Eleitoral suspeita de gráfica que recebeu R$ 6 mi do PT

quinta-feira, 30 de julho de 2015

.
Da Agência Brasil

.

ÍndiceA campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff pagou R$ 6,15 milhões para gráfica que não tem nenhum funcionário registrado e cujos documentos registram o motorista Vivaldo Dias da Silva, que recebia R$ 1.490 em 2013. A descoberta fez surgir a suspeita de que a gráfica não tinha estrutura necessária para prestar os serviços pelos quais foi remunerada pelo partido. As informações são da Folha de S.Paulo.

Chamada Rede Seg Gráfica e Editora, a empresa de São Paulo foi a oitava fornecedora da campanha de Dilma que mais recebeu dinheiro da petista no ano passado, de acordo com os registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Algumas das notas entregues ao TSE informam que a empresa produziu folders para a campanha eleitoral.

Os funcionários do tribunal descobriram a possível incongruência ao cruzar as informações da gráfica com o banco de dados do Ministério do Trabalho.  As contas da presidente foram aprovadas em dezembro por unanimidade pela Justiça Eleitoral, mas com ressalvas. Por isso, o tribunal continuou analisando os casos que provocaram as ressalvas.

De acordo com a reportagem, essa não é a primeira vez que a campanha de Dilma contratou empresa que tem como dono um motorista. Nas contas de 2014, a Focal Comunicação foi a segunda que mais faturou com a petista (R$ 24 milhões) e o dono também era um motorista, com salário de cerca de R$ 2 mil.

O empresário Carlos Cortegoso admitiu na época que era o verdadeiro dono da Focal. Ele justificou o registro em nome do motorista como fruto de uma inclinação sua de dar chances para seus empregados progredirem.

De acordo com o jornal, a Justiça Eleitoral pediu à Polícia Federal apuração sobre a Focal e outra gráfica, a VTBP, que ganhou R$ 23 milhões da campanha. O TSE agora poderá enviar novo ofício à PF pedindo que investigue também a Rede Seg.

Taxa de juros do crédito para as famílias bate novo recorde em junho

quinta-feira, 30 de julho de 2015

agenciabrasil030912_ebc2052As famílias e empresas pagaram juros maiores ao pegar empréstimos em bancos no mês de junho. Segundo dados do Banco Central, a taxa média de juros do crédito para as famílias continuou a subir e chegou a 58,6% ao ano, em junho.

Taxa de juros do crédito para as famílias bate novo recorde em junho

quinta-feira, 30 de julho de 2015
.
Da Agência Brasil
.
agenciabrasil030912_ebc2052As famílias e empresas pagaram juros maiores ao pegar empréstimos em bancos no mês de junho. Segundo dados do Banco Central (BC), a taxa média de juros do crédito para as famílias continuou a subir e chegou a 58,6% ao ano, em junho. Essa é a maior taxa da série histórica do Banco Central, iniciada em março de 2011. Em relação a maio, houve alta de 1,3 ponto percentual.

A inadimplência das famílias (pessoas físicas), que considera atrasos superiores a 90 dias, ficou estável de maio para junho em 5,4%. Também ficou estável a inadimplência das empresas em 3,9%. A taxa de juros para as empresas subiu 0,6 ponto percentual para 27,5% ao ano.

A taxa de juros mais alta na pesquisa do BC para as pessoas físicas é a do rotativo do cartão de crédito, que subiu 11,5 pontos percentuais para 372% ao ano. A taxa média das compras parceladas com juros, do parcelamento da fatura do cartão de crédito e dos saques parcelados, subiu 2,3 pontos percentuais para 118,2% ao ano.

A taxa do cheque especial chegou a 241,3% ao ano em junho, com alta de 9,3 pontos percentuais, em relação a maio. Já a taxa do crédito consignado (com desconto em folha de pagamento) permaneceu em 27,3% ao ano.

Esses dados são do crédito livre, em que os bancos têm autonomia para aplicar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros.

No caso do crédito direcionado (empréstimos com regras definidas pelo governo destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural e de infraestrutura), a taxa de juros para as empresas subiu 0,1 ponto percentual para 9,5% ao ano. No caso das famílias, houve alta de 0,2 ponto percentual, com taxa em 9,2% ao ano.

A inadimplência do crédito direcionado ficou estável em 0,7% para empresas e subiu 0,3 ponto percentual para 1,7%, no caso das pessoas físicas.

O saldo de todas as operações de crédito, livre e direcionado, chegou a R$ 3,102 trilhões, em junho, com crescimento de 0,6% no mês e 9,8% em 12 meses.

“A evolução do mercado de crédito no primeiro semestre de 2015 evidencia a desaceleração nos segmentos livre e direcionado, em cenário de elevação de taxas de juros e contenção da demanda por consumo e investimento”, diz o relatório do BC.

Dilma quer evitar ‘pautas-bomba’ no Congresso

terça-feira, 28 de julho de 2015

tiEm reuniões no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff pediu a seus ministros empenho para unir a base aliada e barrar as chamadas “pautas-bomba”. O objetivo de Dilma é evitar a aprovação de projetos que custem caro aos cofres públicos.

Dilma quer evitar ‘pautas-bomba’ no Congresso

terça-feira, 28 de julho de 2015

.
tiEm reuniões no Palácio do Planalto nesta segunda-feira, 27, a presidente Dilma Rousseff pediu a seus ministros empenho para unir a base aliada e barrar as chamadas “pautas-bomba”.

O objetivo de Dilma é evitar a aprovação de projetos que custem caro aos cofres públicos. A presidente quer que o governo amplie o diálogo com os parlamentares, incluindo o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que anunciou recentemente rompimento político com o governo.

O vice-presidente Michel Temer disse que acredita que o Congresso avaliará as pautas “com muita adequação”, e que “se forem onerosas para o país, certamente [os parlamentares] as rejeitarão”.

Dilma deve se reunir nesta quinta-feira, 30, com todos os governadores do país, em uma tentativa de dividir com eles a responsabilidade de barrar as “pautas-bomba” no Congresso.

De acordo com Temer, os governadores serão “bons articuladores”, uma vez que sabem que as medidas que aumentam gastos do governo federal também causam impacto nos estados.

Mensagem de Marcelo Odebrecht cita presidente e ministros do STJ

terça-feira, 28 de julho de 2015

Lava JatoInvestigadores da Operação Lava Jato encontraram nos registros pessoais do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, indícios de que o empreiteiro pretendia usar contatos políticos no Judiciário para se livrar da prisão.

Mensagem de Marcelo Odebrecht cita presidente e ministros do STJ

terça-feira, 28 de julho de 2015

.
Lava JatoInvestigadores da Operação Lava Jato encontraram nos registros pessoais do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, indícios de que o empreiteiro pretendia usar contatos políticos no Judiciário para se livrar da prisão. No telefone celular apreendido de Marcelo, havia mensagem cifrada que listava o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Francisco Falcão, como uma das autoridades que poderiam agir em seu favor em caso de problemas judiciais. Outros três ministros do STJ foram citados pelo empresário: Nancy Andrighi, João Otávio de Noronha e Raul Araújo. As informações são do site da revista Veja.

Preso há 35 dias em Curitiba, o empresário tenta conseguir um habeas corpus para deixar a prisão. Apesar de estar preso desde 19 de junho, Marcelo só deu entrada no recurso nos últimos dias, o que fez com que o pedido caísse nas mãos do presidente do tribunal, já que o período é de recesso no Judiciário. Segundo a revista, Falcão tenta indicar o desembargador Marcelo Navarro Dantas para a vaga aberta no STJ com a aposentadoria de Ari Pargendler. De acordo com Veja, o ministro tem feito investidas no Palácio do Planalto e no Congresso para conseguir emplacar Dantas como ministro. O nome do desembargador foi o segundo mais votado da lista tríplice encaminhada à presidente Dilma.

“Interlocutores dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Aloizio Mercadante (Casa Civil) não têm dúvida: um despacho de Falcão favorável à liberdade de Marcelo Odebrecht seria devidamente recompensado com a indicação de Navarro Dantas para o STJ”, diz a reportagem.

Na última sexta-feira (24), o juiz Sérgio Moro, que conduz as investigações em Curitiba, decretou nova prisão preventiva do empresário, o que dificulta a liberação de Marcelo Odebrecht. Em nota, a Odebrecht afirmou que “não se manifestará sobre interpretações fantasiosas e descabidas retiradas de anotações pessoais”. Mas na defesa encaminhada à Polícia Federal, a empreiteira afirmou que as mensagens encontradas no celular do empresário eram “anotações pessoais a si mesmo dirigidas”.

Já o STJ informou que o ministro Francisco Falcão “não conhece, nunca teve relação e nunca foi apresentado a Marcelo Odebrecht”. “O ministro ouviu o nome de Marcelo Odebrecht pela primeira vez quando estourou a Operação Lava Jato. Se tivesse relação com o executivo, não teria dado o despacho sobre o habeas corpus dele [onde pediu informações ao juiz Sergio Moro e ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região] porque teria de se declarar impedido. Como não tem relação com o Executivo, se sentiu bem à vontade”, disse o tribunal. O ministro não foi encontrado pela reportagem para comentar a relação com o desembargador Marcelo Navarro Dantas.

Os ministros João Otávio de Noronha, Nancy Andrighi e Raul Araújo também negaram ter qualquer relacionamento com Marcelo Odebrecht. Políticos como o ex-presidente Lula, o senador José Serra (PSDB-SP), o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), também foram citados nos registros feitos pelo empresário, segundo a PF.

 

Fonte: Congresso em Foco

Presidente licenciado da Eletronuclear recebeu R$ 4,5 mi em propina, diz MPF

terça-feira, 28 de julho de 2015

angra-3-285x280O diretor-presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso pela Polícia Federal, recebeu R$ 4,5 milhões em propinas de empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato, de acordo com o Ministério Público Federal.

Presidente licenciado da Eletronuclear recebeu R$ 4,5 mi em propina, diz MPF

terça-feira, 28 de julho de 2015

.
Do Congresso em Foco
.

angra-3-285x280O diretor-presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso nesta terça-feira (28) pela Polícia Federal, recebeu R$ 4,5 milhões em propinas de empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato, de acordo com o Ministério Público Federal. Segundo os investigadores, os pagamentos foram feitos pelo consócio vencedor da licitação para execução de montagem da usina Angra 3, no Rio de Janeiro. A PF investiga as suspeitas de formação de cartel, pagamento de propina para agentes públicos e superfaturamento das obras.

Durante entrevista coletiva realizada após a deflagração da 16ª fase da operação, o procurador Athayde Ribeiro Costa informou à imprensa que o consórcio era formado pelas empreiteiras Camargo Corrêa, UTC, Andrade Gutierrez, Odebrecht, EBE e Queiroz Galvão. Os procuradores sustentam que as empresas repassaram os recursos indevidos ao diretor-presidente até novembro do ano passado, nove meses depois de a força-tarefa ter desarticulado o esquema de corrupção na Petrobras.

“Há indícios de pagamento de propina por parte da Andrade Gutierrez em contratos desde 2009 para uma empresa de propriedade de Othon Luiz. Os elementos indicam que Othon Luiz recebeu R$ 4,5 milhões”, disse o procurador.

“A corrupção no Brasil é endêmica e está espalhada por vários órgãos, em metástase”, acrescentou Athayde, comparando a corrupção ao momento em que o câncer se espalha por vários órgãos do corpo.

A 16ª fase da Lava Jato, batizada de Radioatividade, foi desencadeada a partir do depoimento do executivo da Camargo Corrêa Dalton Avancini, que assinou acordo de delação premiada com a Justiça Federal. Na delação, ele revelou a existência de um cartel nas contratações de obras da usina nuclear e chegou a citar o diretor-presidente da Eletronuclear como beneficiário de propinas.

Na ocasião, Othon negou ter participado ou conhecimento de qualquer irregularidade. Em nota, à época, ele afirmou que jamais recebeu propina e que vive de sua aposentadoria como vice-almirante da Marinha e de seus vencimentos como presidente da Eletronuclear. “A palavra do colaborador não leva a prisão, mesmo que temporária. Fizemos o nosso trabalho e levantamos as confirmações”, explicou o procurador.

Além de Othon, a Polícia Federal também prendeu o executivo da Andrade Gutierrez Flávio David Barra. Os presos serão levados hoje para Curitiba, onde se concentram os processos da Lava Jato. De acordo com a PF, a previsão é que os dois cheguem à capital paranaense por volta das 20h e já prestem depoimento amanhã (29).

Com informações da Agência Brasil

Lúcio: aliança PT-PMDB deve acabar em outubro

terça-feira, 28 de julho de 2015

images_cms-image-000447969Vice-líder do PMDB na Câmara, o deputado Lúcio Vieira Lima rebate afirmação do deputado do PT Nelson Pelegrino de que “o PMDB está dividido como sempre esteve”.  Lúcio afirma que o PMDB tem divisão comum a todos os partidos e dá prazo para o fim da aliança com a presidente Dilma Rousseff.

Lúcio: aliança PT-PMDB deve acabar em outubro

terça-feira, 28 de julho de 2015

.
images_cms-image-000447969Vice-líder do PMDB na Câmara, o deputado Lúcio Vieira Lima rebate afirmação do deputado do PT Nelson Pelegrino de que “o PMDB está dividido como sempre esteve”; Lúcio afirma que o PMDB tem divisão comum a todos os partidos e dá prazo para o fim da aliança com a presidente Dilma Rousseff; “A única coisa que tem uma divisão do PMDB, é de permanecer ou não no governo, mas isso em outubro será encerrado e acredito no rompimento. A maioria quer sair do governo. Agora, divisão todos os partidos têm. Mas olha o PT, tem quatro ou cinco correntes”

Vice-líder do PMDB na Câmara, o deputado federal baiano Lúcio Vieira Lima aderiu com afinco ao movimento iniciado (pelo menos em público) por seu irmão Geddel pelo fim da aliança de seu partido com o PT em plano nacional.

Fonte: Brasil 247

PF deflagra 16ª fase da Operação Lava Jato

terça-feira, 28 de julho de 2015

policia_federal_marcelo_camargo_abr_0A Polícia Federal deflagrou a 16ª Fase da Operação Lava Jato, chamada Radioatividade. Cerca de 180 Policiais Federais cumprem 30 mandados judiciais – 23 de busca e apreensão, dois de prisão temporária e cinco de condução coercitiva.

PF deflagra 16ª fase da Operação Lava Jato

terça-feira, 28 de julho de 2015
Da Agência Brasil

policia_federal_marcelo_camargo_abr_0A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (28) a 16ª Fase da Operação Lava Jato, chamada Radioatividade. Cerca de 180 Policiais Federais cumprem 30 mandados judiciais – 23 de busca e apreensão, dois de prisão temporária e cinco de condução coercitiva. As ações ocorrem em Brasília, no Rio de Janeiro, em Niterói, São Paulo e Barueri.

O foco das investigações são contratos firmados por empresas já mencionadas na Operação Lava Jato com a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras.

Na capital federal, um dos alvos de busca foi o escritório da Eletronuclear no Edifício Via Capital Centro Empresarial, no Setor Bancário Norte.

Estão sendo apurados nesta fase a formação de cartel e o prévio ajustamento de licitações nas obras de Angra 3, além do pagamento indevido de vantagens financeiras a empregados da estatal.

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerão à disposição da 13ª Vara da Justiça Federal.

Mais detalhes serão divulgados, às 10h, em entrevista coletiva na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Quase 90% dos brasileiros acham que economia está ruim

sexta-feira, 24 de julho de 2015

timthPesquisa revelou que 87% dos brasileiros acham que a economia anda mal. Entre os 21 países emergentes incluídos na pesquisa, o Brasil só tem perspectiva menos negativa do que o Líbano e a Ucrânia, dois países praticamente em guerra.

Quase 90% dos brasileiros acham que economia está ruim

sexta-feira, 24 de julho de 2015

.
timthUma pesquisa do Pew Research Center revelou que 87% dos brasileiros entrevistados acham que a economia anda mal.

De um total de 40 economias analisadas, o Brasil está entre os quatro países cuja população está mais insatisfeita com o estado da economia.

Os brasileiros estão mais pessimistas até mesmo do que os venezuelanos, que enfrentam atualmente uma situação econômica bastante complicada. Oitenta e três por cento dos venezuelanos dizem que a economia vai mal.

Entre os 21 países emergentes incluídos na pesquisa, o Brasil só tem perspectiva menos negativa do que o Líbano e a Ucrânia, dois países praticamente em guerra.

A Itália é o terceiro país com sentimentos mais negativos do que o Brasil. Oitenta e oito por cento dos italianos entrevistados acham que a economia vai mal.

No geral, há mais pessimistas que otimistas. No caso dos países avançados, a proporção é de 56% pessimistas e 40% otimistas. Já nos países emergentes e nos em desenvolvimento são 55% e 54%
pessimistas, respectivamente.

Por outro lado, no Japão, nos EUA e na União Europeia houve um crescimento acentuado das pessoas que estão satisfeitas com a economia.

MP estima em R$ 1 bilhão propinas da Odebrecht

sexta-feira, 24 de julho de 2015

images_cms-image-000447530Procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, detalhou 22 novas denúncias do Ministério Público na 14ª fase da investigação> Ele mirou principalmente a Odebrecht e a Andrade Gutierrez.

MP estima em R$ 1 bilhão propinas da Odebrecht

sexta-feira, 24 de julho de 2015

 

Fonte: Brasil 247

‘Mundo do crime não pode contaminar sistema político’, diz Sérgio Moro

sexta-feira, 24 de julho de 2015

imagesO juiz Sérgio Moro, voltou a criticar a atuação de empreiteiras e políticos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras. Para o magistrado, “o mundo do crime não pode contaminar o sistema político-partidário”.

‘Mundo do crime não pode contaminar sistema político’, diz Sérgio Moro

sexta-feira, 24 de julho de 2015

.
Do Congresso em Foco
.
imagesO juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal do Paraná, voltou a criticar a atuação de empreiteiras e políticos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras, descoberto pela Operação Lava Jato. Para o magistrado, “o mundo do crime não pode contaminar o sistema político-partidário”.

As declarações de Moro estão no despacho relacionado à decretação da nova prisão preventiva do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, divulgado nesta sexta-feira (22). De acordo com o despacho de Moro, a nova preventiva foi decretada após a obtenção de novas provas sobre o pagamento de propina a executivos da Petrobras por meio de contras na Suíça e também por medo de que o executivo possa ocultar provas ou atrapalhar as investigações.

Segundo Moro, o esquema de desvios de recursos na Petrobras tornou-se ainda mais grave pelo fato de que ele “comprometeu a integridade do sistema político”. “A gravidade concreta da conduta das empreiteiras é ainda mais especial, pois parte da propina foi direcionada a agentes políticos e ainda para financiamento político, comprometendo a integridade do sistema político e o regular funcionamento da democracia. O mundo do crime não pode contaminar o sistema político-partidário”, disse Moro.

Além disso, o magistrado também voltou a rebater críticas de advogados segundo as quais o magistrado utiliza-se do instrumento da prisão preventiva como forma de obtenção de confissão dos investigados. “Refuto, de antemão, qualquer questionamento quanto ao propósito da prisão preventiva. A medida drástica está sendo decretada com base na presença dos pressupostos e fundamentos legais e para prevenir reiteração delitiva e interferências na colheita das provas. Em qualquer caso da assim denominada Operação Lavajato, jamais este Juízo pretendeu com a medida obter confissões involuntárias”, ressaltou Moro.

MPF denuncia investigados ligados à Odebrecht e à Andrade Gutierrez

sexta-feira, 24 de julho de 2015

ÍndiceO Ministério Público Federal ofereceu denúncia à Justiça Federal em Curitiba contra os presidentes das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez e ex-executivos ligados às empresas, pelos crimes cometidos em contratos da Petrobras.

MPF denuncia investigados ligados à Odebrecht e à Andrade Gutierrez

sexta-feira, 24 de julho de 2015
.
Da Agência Brasil
.
ÍndiceO Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia hoje (24) à Justiça Federal em Curitiba contra os presidentes das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez e ex-executivos ligados às empresas, pelos crimes de organização criminosa corrupção e lavagem de dinheiro cometidos em contratos da Petrobras, de acordo com investigações da Operação Lava Jato.  Ao todo, foram denunciadas 22 pessoas.

Pela Odebrecht, foram denunciados o presidente da empresa, Marcelo Bahia Odebrecht, e os executivos Márcio Faria da Silva, Cesar Ramos Rocha e Alexandrino de Salles de Alencar. Ligados à Andrade Gutierrez, foram denunciados o presidente da empresa, Otávio Marques de Azevedo, os executivos Rogério Nora de Sá, Elton Negrão de Azevedo Júnior, Paulo Roberto Dalmazzo, Flávio Magalhães e Antônio Pedro Campello. Além dos executivos, também foram denunciados Celso Araripe, ex-funcionário da Petrobras,  e outros operadores que auxiliaram na lavagem de dinheiro.

Durante  a entrevista à imprensa, o procurador responsável pela força-tarefa de investigação da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, destacou que a apuração é um “momento histórico” no combate à corrupção e que a “impunidade foi rompida” no país. De acordo com o procurador, a investigação já conseguiu recuperar R$ 870 milhões, cujos valores desviados da Petrobras trouxeram “cicatrizes para a saúde e para a educação”.  “Por mais poderosos que sejam seus autores [dos crimes], ninguém esta acima da lei”, disse.

Em junho, os executivos da Odebrecht e da Andrade Gutierrez foram presos na décima quarta fase da Lava Jato, chamada Erga Omnes, uma expressão usada no meio jurídico para indicar que os efeitos de algum ato ou lei atingem todos os indivíduos.

Nesta sexta-feira,  a Justiça Federal no Paraná decretou nova prisão preventiva do presidente da construtora Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e de mais quatro diretores da empresa.

PMDB e governo já discutem substituto de Cunha. Miro Teixeira é opção

sexta-feira, 24 de julho de 2015

images_cms-image-000447444O comando do PMDB e o Palácio do Planalto já dão como certa a formulação da denúncia contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o que pode culminar no seu afastamento do cargo. Já se discute quem poderá substituí-lo e o nome de Miro Teixeira, do Pros, é um dos mais recorrentes.

PMDB e governo já discutem substituto de Cunha. Miro Teixeira é opção

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Fonte: Brasil 247

Revolução online preocupa especialistas em segurança computacional

sexta-feira, 24 de julho de 2015

timthuOs computadores já saíram da área de trabalho para os bolsos dos usuários e  estão se incorporando a todos os tipos de gadgets, de carros, televisões, brinquedos de crianças, geladeiras a kits industriais. Especialistas temem que, na pressa de lançar os dispositivos online inteligentes no mercado, os fabricantes esqueçam as lições aprendidas no início da internet.

Revolução online preocupa especialistas em segurança computacional

sexta-feira, 24 de julho de 2015

.
timthuA segurança na rede mundial de computadores é complexa. Infelizmente, ficará ainda mais complexa. Os computadores já saíram da área de trabalho para os bolsos dos usuários. Agora os computadores estão se incorporando a todos os tipos de gadgets, de carros, televisões, brinquedos de crianças, geladeiras a kits industriais. Cisco, uma empresa que fabrica equipamentos de rede, calcula que existem 15 bilhões de dispositivos conectados no mundo. Em 2020 esse número poderá aumentar para 50 bilhões. Os entusiastas da conexão do mundo físico com o digital prometem que o mundo da rede de computadores e dos sensores será um espaço cibernético de uma utilidade e eficiência incomparáveis. Eles chamam essa revolução tecnológica de Internet das Coisas.

Segundo os especialistas em segurança computacional,  essa revolução será um desastre. Eles temem que, na pressa de lançar os dispositivos online inteligentes no mercado, os fabricantes esqueçam as lições aprendidas no início da internet. As grandes empresas de computação das décadas de 1980 e 1990 não se preocuparam com a questão de segurança. Só quando surgiram as ameaças de vírus, ataques de hackers e outras violações de sistemas, a Microsoft e a Apple, entre outras empresas, começaram a estudar medidas para proteger a segurança na rede mundial de computadores. Mas a solução de problemas depois que acontecem é muito mais difícil do que preveni-los.

O mesmo erro está se repetindo com a ‘internet das coisas’. Já existem exemplos dos riscos de transformar objetos do dia a dia em computadores. Um hacker descobriu uma maneira de controlar remotamente uma bomba de infusão de medicamentos. Outros desativaram os sistemas de freios e de direção hidráulica de carros novos. Os ciberpiratas são muito criativos. No futuro as máquinas de lavar roupas e as geladeiras computadorizadas poderão ter seu sistema invadido, para enviar mensagens eletrônicas não solicitadas ou terem sites de pornografia infantil; ou a porta de sua casa pode impedir sua entrada até o pagamento de um resgate em bitcoin.

Lava Jato deve denunciar Cunha em agosto

sexta-feira, 24 de julho de 2015

images_cms-image-000447355Segundo a colunista Natuza Nery, ao menos cinco processos contra autoridades estão praticamente prontos para ser apresentados pela força-tarefa da Lava Jato ao STF, entre eles o do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, acusado de receber propina de US$ 5 milhões.

Lava Jato deve denunciar Cunha em agosto

sexta-feira, 24 de julho de 2015