Arquivo de Fevereiro de 2012

Sob tensão, PSDB adia prévias para esperar Serra

quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Após um encontro que durou três horas e que foi marcado pela tensão, a executiva municipal do PSDB decidiu adiar as prévias do partido para as eleições municipais de São Paulo para o dia 25 de março. A consulta interna esta prevista para o próximo domingo, 4.

Sob tensão, PSDB adia prévias para esperar Serra

quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Após um encontro que durou três horas e que foi marcado pela tensão, a executiva municipal do PSDB decidiu adiar as prévias do partido para as eleições municipais de São Paulo para o dia 25 de março. A consulta interna esta prevista para o próximo domingo, 4.

Leia também: FHC diz que Serra volta ‘com força’ Leia também: PT revê alianças após Serra anunciar candidatura

A decisão, que ocorreu após o ex-governador José Serra ter oficializado sua intenção de entrar na corrida eleitoral em São Paulo, não agradou outros dois pré-candidatos, José Aníbal e Ricardo Trípoli, que eram contra o adiamento das prévias.

A entrada de Serra na disputa já havia sido aprovada por unanimidade pela cúpula do PSDB. O prazo formal para ser inscrever nas prévias do partido terminou no dia 14 de fevereiro.

Uma ‘palhaçada’

Durante o encontro na noite desta terça-feira, 28, houve gritos e confusão. O vice-presidente do PSDB-SP, João Câmara, disse que o resultado da reunião era uma “palhaçada” e que a culpa da desunião era de Serra.

“Se Serra quisesse, ele tinha tempo hábil para ter se inscrito nas prévias. Às vésperas do pleito ele põe o nome dele e impõe como condição adiar para o dia 25. Para ele ter mais tempo para quê? Ele tem é medo das massas. Serra veio para rachar o partido”, ressaltou Câmara.

Pessoas ricas tendem a trapacear mais do que as pobres

quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Seriam as pessoas mais ricas as mais nobres da sociedade? Essa questão levou Paul Piff, candidato ao Ph.D em psicologia na Universidade da Califórnia, Berkeley, a explorar se classes sociais mais altas são ligadas a ideais mais altos.

Pessoas ricas tendem a trapacear mais do que as pobres

quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Seriam as pessoas mais ricas as mais nobres da sociedade? Essa questão levou Paul Piff, candidato ao Ph.D em psicologia na Universidade da Califórnia, Berkeley, a explorar se classes sociais mais altas são ligadas a ideais mais altos. A resposta que Piff encontrou após conduzir sete diferentes experimentos é: não. A busca do ganho pessoal é um “motivo fundamental entre a elite da sociedade e a vontade cada vez maior associada com maior riqueza e status pode promover comportamentos errados”, escreveram Piff e seus colegas na segunda-feira, 27, no Proceeding of the Natural Academy of Sciences.

A “classe alta”, como definida no estudo, era mais inclinada a quebrar leis ao dirigir, tomar doce de criança, mentir em negociação, trapacear para aumentar suas chances de ganhar um prêmio e apoiar comportamento antiético no trabalho, descobriu a pesquisa. A solução, disse Piff, é encontrar uma forma de aumentar a empatia entre as pessoas ricas.

“Não é que os ricos sejam inatamente maus, mas à medida em que ascende, você  se torna mais focado em si mesmo, diz Piff. “Você pode mudar isso lembrando aos ricos das necessidades dos outros. Isso pode ser suficiente para aumentar seus padrões de comportamento altruísta”. Essa teoria será a base do seu próximo estudo. Piff está curioso para saber como mudar padrões de ganância e egoísmo quando eles emergem.

Cursos de ética

Pesquisas prévias mostraram que estudantes que fazem aulas de economia têm maior chance de descrever ganância como boa. Parear cursos de ética com economia pode ser benéfico, disse Piff.

A tendência é provavelmente resultado de educação, independência pessoal e os recursos que os ricos têm para lidar com consequências potencialmente negativas, escreveram os autores. Enquanto os testes mediram apenas “infrações menores”, esse fator tornou os resultados ainda mais surpreendentes”, disse Piff.

Um experimento convidou 195 adultos usando o site Craigslist para jogar uma brincadeira na qual o computador “rolava dados” pela chance de ganhar um vale compras de 50 dólares. Os números que cada participante obteve foram os mesmos, qualquer um dizendo ter obtido um total maior do que 12 estava mentindo sobre a pontuação. Aqueles nas classes mais altas tinham mais chance de mentir, disse Piff.

Em outra experiência 129 pessoas ficaram em frente a um pote de doces que os pesquisadores disseram ser de crianças que estavam próximas. O resultado foi que os participantes que se disseram mais ricos pegaram mais doces do que os que se declararam pobres.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

DEM usa ‘caso Clodovil’ para tentar derrotar PSD

quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

O DEM apresentou ao TSE uma manifestação no processo em que o PSD do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, pede acesso a uma maior fatia de recursos do fundo partidário. O partido anexou trechos de votos de ministros do STF no qual que eles afirmam que os deputados não “carregam” a herança dos votos quando recebem autorização para trocar de partido

DEM usa ‘caso Clodovil’ para tentar derrotar PSD

quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Fonte: votebrasil.com

Na decisão, o PR reivindicava a cadeira da Câmara do deputado Clodovil, que tinha falecido. O tribunal decidiu que a vaga era do PTC, partido pelo qual o estilista tinha sido eleito.

O DEM apresentou no início da tarde desta terça-feira ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma manifestação no processo em que o PSD do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, pede acesso a uma maior fatia de recursos do fundo partidário.
O partido anexou trechos de votos de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento de um mandado de segurança em que eles afirmam que os deputados não “carregam” a herança dos votos quando recebem autorização para trocar de partido.
Na decisão, o PR reivindicava a cadeira da Câmara do deputado Clodovil, que tinha falecido. O tribunal decidiu que a vaga era do PTC, partido pelo qual o estilista tinha sido eleito.
A distribuição de 95% do fundo partidário é feita de acordo com a bancada eleita pelos partidos para a Câmara dos Deputados. O PSD, porém, argumenta que como legenda recém-criada deveria obter os recursos referentes aos 52 deputados federais que dizem serem fundadores do partido.
O DEM seria o principal prejudicado porque perdeu 16 deputados para o PSD. O ministro do TSE Marcelo Ribeiro pediu que 20 partidos que poderiam perder recursos se manifestassem no processo.
No material entregue pelo DEM, a decisão do STF sobre o “caso Clodovil” é um dos principais argumentos. Eleito pelo nanico PTC o estilista teve a mudança para o PR permitida pelo TSE. Após o falecimento do deputado, o PR pediu ao Supremo que o suplente convocado fosse seu e não do PTC.
O STF rejeitou a tese e votos dos ministros foram anexados pelo DEM para combater a ideia de “herança eleitoral”. “A justa causa para desfiliação permite que o mandato continue a ser exercido, mas não garante ao candidato, por mais famoso que ele seja, carregar ao novo partido relação que foi aferida no momento da eleição”, disse Joaquim Barbosa naquela ocasião.
O DEM incluiu manifestações na mesma direção ainda de Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello, Carmem Lúcia e Antonio Dias Toffoli. “Ele mudou de casa; saiu pela porta da frente de uma casa e entrou pela porta da frente de outra casa. Não levou a casa com ele para a outra. A casa anterior ficou no terreno onde já estava”, argumentou Toffoli.
O partido presidido por Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo, recebe atualmente cerca de R$ 42 mil mensais. Ele só tem direito a participar do rateio entre todos os partidos dos 5% de recursos do fundo partidário.
Segundo estudo feito pelo TSE, o PSD poderá aumentar sua participação para R$ 1,9 milhão por mês, caso consiga direito a ter acesso à fatia dos outros 95% do fundo. Este ano está prevista a distribuição de R$ 301 milhões para os partidos por este meio.
O DEM anexou ainda um parecer do ministro aposentado do STF Paulo Brossard, que atendeu a consulta feita por oito partidos, entre eles PMDB, PSDB e PP. Nele, o jurista diz que os deputados que deixaram as legendas pelas quais se elegeram “não podem ser presenteados mágica e milagrosamente” com os votos ao migrarem para o PSD. “Conferir essa mobilidade ao voto importaria em flagrante afronta à Constituição e à lei”, afirmou Brossard no parecer de 20 páginas.
O ex-ministro argumentou ainda que seria uma “fraude” à “verdade eleitoral” permitir ao novo partido ter acesso à fatia de 95% do fundo. Ele argumentou que, na eleição de 2010, o partido não era nascido nem sequer concebido.

Cuba quebra o silêncio e informa que Chávez foi operado na segunda-feira

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

“O presidente Hugo Chávez foi operado com sucesso, em Havana, informou o vice-presidente executivo, Elias Jaua, mediante a leitura de um comunicado”, disse o apresentador do Noticiero Nacional de Televisión (estatal).

Cuba quebra o silêncio e informa que Chávez foi operado na segunda-feira

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Havana – Cuba quebrou o silêncio sobre a saúde de Hugo Chávez, quando o telejornal local noticiou que o presidente venezuelano foi operado com sucesso na segunda-feira (27).

“O presidente Hugo Chávez foi operado com sucesso nesta segunda-feira, em Havana, informou o vice-presidente executivo, Elias Jaua, mediante a leitura de um comunicado”, disse o apresentador do Noticiero Nacional de Televisión (estatal).

Na cirurgia foi “realizada a extração total da lesão pélvica diagnosticada” e também foi extirpado “tecido circundante” à formação, sem que tenham sido apresentadas “complicações” nos órgãos próximos.

“Nas próximas horas serão feitos estudos histológicos que determinarão o tratamento ótimo da lesão”, acrescentou o vice-presidente.

Segundo Jaua, a operação “transcorreu segundo o previsto, obtendo-se um resultado satisfatório, após o que se programou um plano de recuperação a cumprir nos próximos dias”, acrescentando que “o presidente Chávez está em boa condição física”.

Após o anúncio, o telejornal reproduziu o vídeo com as declarações de Jaua na Assembleia Nacional, captado da televisão venezuelana, sem dar maiores detalhes.

A notícia quebrou dias de silêncio de Cuba, que noticiou no sábado, pela imprensa, sobre a chegada de Chávez, a recepção do presidente Raúl Castro e o propósito cirúrgico da visita.

Chávez está no Centro de Pesquisas Médicas-Cirúrgicas (Cimeq), o mais moderno hospital cubano, no oeste da capital, perto da casa do líder cubano, Fidel Castro, que em junho de 2011 revelou detalhes da recuperação do chefe de Estado venezuelano, após uma primeira operação.

Não há informações de um encontro entre o presidente venezuelano e Fidel, mentor político e amigo pessoal de Chávez, antes que fosse submetido a novos exames antes da cirurgia de segunda-feira.

Aos 57 anos, Chávez já foi operado de um tumor canceroso em junho de 2011, também em Havana, onde nos meses seguintes se submeteu a três de quatro sessões de quimioterapia. Em outubro passado, o presidente disse ter superado o câncer.

Mas há uma semana, evitando usar a palavra tumor, Chávez disse ter sido detectada uma nova “lesão”, com probabilidade “superior” de ser maligna do que de ser benigna, explicou o próprio presidente.

Fonte: votebrasil.com

Prefeito de São Paulo é o Homem-Borracha ideológico

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Famoso pela frase genial, irrepetível, de que o partido que fundou depois de deixar o DEM, o PSD, não é “nem de esquerda, nem de direita, nem de centro”, o prefeito continua firme em sua coerência incoerente.

Prefeito de São Paulo é o Homem-Borracha ideológico

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Por Ricardo Setti

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), é o perfeito Homem-Borracha ideológico do quadro partidário brasileiro.

Famoso pela frase genial, irrepetível, de que o partido que fundou depois de deixar o DEM, o PSD, não é “nem de esquerda, nem de direita, nem de centro”, o prefeito continua firme em sua coerência incoerente.

Capaz de contorcionismos políticos de mestre, e dotado do velho afã fisiológico da política brasileira de, sempre que possível, manter um pé em cada canoa — mesmo que elas sejam mais de duas –, Kassab, cria político do presidenciável José Serra (PSDB), anuncia que estará a seu lado na disputa por sua sucessão na Prefeitura de São Paulo.

(O ex-presidenciável anunciou formalmente sua pré-candidatura e sua intenção de disputar as prévias internas que o partido realizará. 

Ao mesmo tempo, porém, ressalvou hoje, com todas as letras, que o apoio a Serra — candidato de um partido de oposição ao governo federal — não prejudica seu relacionamento com a presidente Dilma Rousseff.

A postura diante do governo Dilma, assegurou, é de “independência”.

Compreensivo, no entanto, o prefeito disse que qualquer integrante do partido que for convidado para um eventual ministério pode aceitar sem problemas.

Ufa!

PR cogita lançar Tiririca para Prefeitura de São Paulo

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Na corrida eleitoral, em meio às negociações de alianças e de mais espaço no governo federal, o PR cogita lançar o deputado Tiririca para Prefeito de São Paulo. Questionado, o deputado federal mais votado do país diz ter capacidade para administrar a maior cidade do país.

Tiririca poderá vir candidato a Prefeitura de São Paulo

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Fonte: vermelho.org.br

Na corrida eleitoral, em meio às negociações de alianças e de mais espaço no governo federal, o PR cogita lançar o deputado Tiririca na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Lideranças da legenda, que atualmente é aliada do prefeito Gilberto Kassab (PSD), afirmam que o objetivo é evitar indisposições tanto com PSDB quanto com o PT. Questionado, o deputado federal mais votado do país diz ter capacidade para administrar a maior cidade do país.

 tiririca pode ser candidato em são paulo
Mas, caso apoie o petista Fernando Haddad e José Serra ganhe, ficaria “a pão e água”, segundo palavras de uma liderança do partido.

Outra ideia com o lançamento do nome de Tiririca é puxar votos para os vereadores da capital. A cúpula do PR acredita que, na disputa, Tiririca seria um cabo eleitoral mais forte.

Lideranças do PR, porém, negam que as negociações aconteçam para pressionar o Palácio do Planalto a indicar um novo ministro para os Transportes.

As conversas sobre a candidatura de Tiririca começaram no Carnaval e devem prosseguir ao longo dessa semana.

“Acho que isso [a possibilidade de ser candidato] é um reconhecimento do meu trabalho aqui [na Câmara]. De 513 eu sou um dos poucos que nunca faltou. Isso me surpreendeu, mas quem bota lá [quem elege o prefeito] é o povo”, disse Tirirca, que diz depender apenas do partido para tomar sua decisão.

“Pela votação dele [Tiririca], ele tem todo o direito de ser candidato. Além disso foi uma surpresa positiva aqui na Câmara”, afirmou o líder do PR na Casa, deputado Licoln Portela (MG).

Tiririca obteve 430 mil votos somente na capital paulista.

A prisão do futuro

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

O ano é 2030, e o novo presidente do Gabão veio ao Brasil aprender com o PT como ficar 27 anos no poder. Acompanhado do Ministro da Justiça, Cesare Battisti, o presidente decidiu fazer uma visita ao presídio de Bangu, um dos mais famosos.

A prisão do futuro

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Por Rodrigo Constantino*
Fonte: ordemlivre.org

O ano é 2030, e o novo presidente do Gabão veio ao Brasil aprender com o PT como ficar 27 anos no poder. Sabendo que as prisões andavam abarrotadas de gente, e que este era um dos grandes segredos do governo, qual seja, manter a população refém de leis arbitrárias, o presidente decidiu fazer uma visita ao presídio de Bangu, um dos mais famosos. Acompanhando o presidente, o Ministro da Justiça, Cesare Battisti, ia explicando cada caso dos prisioneiros:

– Aquele senhor foi preso porque deu uma palmada no filho. Parece que o garoto se recusou a estudar, xingou a mãe e bateu no irmão mais novo. O pai, um selvagem, em vez de conversar com o filho e lhe dar uma educação mais livre, deixando o pobrezinho se expressar nos moldes ensinados pela cartilha do governo, apelou para a violência física e deu uma palmada no garoto. Por sorte uma testemunha viu e denunciou o bandido. Pegou dez anos.

– Aquele outro ali tem concessão para um canal de TV por assinatura, mas se recusou a cumprir a cota estabelecida de 90% de conteúdo nacional e sócio-educativo. Resolveu, em vez disso, passar em horário nobre um enlatado de Hollywood, louvando as conquistas do imperialismo estadunidense. Os nossos ilustres burocratas da Ancine, muito atentos, detectaram o crime no ato, e minutos depois o empresário estava atrás das grades. Doze anos de xilindró para valorizar o interesse nacional.

– O que está no canto, cabisbaixo, foi preso em flagrante pelos nossos Agentes da Saúde, tentando comprar uma aspirina sem receita médica na farmácia. Ele alegou que sofria de fortes dores de cabeça, mas não tinha dinheiro para ir ao médico. Como se isso fosse justificativa para cometer um crime! Pegou cinco anos.

– O ruivo alto do canto direito foi pego em nossa famosa Lei Seca, que há décadas vem salvando vidas (ano passado, por exemplo, morreram somente 80 mil pessoas em acidentes de carro). Ele disse que tomou apenas uma taça de vinho, informação que batia com o teor etílico do bafômetro. Por este crime, ficaria preso só dois anos. Mas resolveu gritar com o policial, e por desacato pegou outros dois anos.

– Aquele branquelo da esquerda foi enquadrado na lei contra o racismo. Foi surpreendido por um de nossos agentes à paisana contando piada de negro em plena praça pública! Tentou argumentar que era apenas uma piada, que na roda tinha até um amigo negro que também ria da piada, mas claro que nada disso serviu para livrar a cara do racista safado. Sabemos como uma piada pode ser subversiva e espalhar o ódio racista de forma sub-reptícia. São sete anos para o branco azedo!

– O malandro deitado ali foi preso por calúnia, difamação e atentado contra a ordem pública. Escreveu uma coluna para aquele jornal de oposição acusando nosso governo de viés autoritário. Os juízes aproveitaram para condenar os donos do jornal também, que terão de pagar uma multa de cem milhões. O articulista vai ver o sol nascer quadrado por oito anos, para aprender a não inventar coisas absurdas.

– Está vendo aquele obeso jogado ali no canto esquerdo? Pois é, esse pegou treze anos por desobedecer à rotina de exercícios diários e, ainda por cima, ser pego comendo fritura e gordura em local público. Só falta agora querer resgatar aquela imagem proibida de um Papai Noel gorducho!

– Aquele outro ao lado dele foi punido pela lei anti-homofobia. Testemunhas o viram afirmar aos quatro ventos que ele preferia ter um filho heterossexual em vez de um homossexual ou bissexual. Onde já se viu uma coisa dessas? Vai ficar preso seis anos para ver se supera este preconceito pequeno-burguês.

– O magrinho ali no meio foi preso quando desafiava a lei da garupa, levando sua namorada, segundo ele diz, na garupa da moto. E se fosse um assaltante? Não podemos tolerar estes abusos sob risco de cair na barbárie. Todos sabem que muitas motocicletas são usadas para a prática de assalto pelo comparsa da garupa. Desde 2014 esta prática está proibida. As taxas de assalto teriam subido bem mais do que os 13% ao ano sem esta medida!

– O mais novinho foi preso por descumprir o toque de recolher. Ousou ficar vagando pelas ruas depois das onze da noite. E o garoto não tem nem 25 anos! Prendemos seus pais também, por irresponsabilidade. Um aninho só para aprenderem como educar direito o filho.

– O moreninho foi pego em uma clínica clandestina para bronzeamento artificial. Depois que a Anvisa vetou esta prática, surgiram algumas clínicas de fundo de quintal com aparelhos de péssima qualidade. Agora o narciso terá que tomar banho de sol natural no pátio do presídio!

Os dois caíram na gargalhada. Enquanto o ministro contava cada caso, o presidente do Gabão anotava tudo com a maior atenção, preocupado em não perder nenhum detalhe. Ele sabia estar diante de uma mina de ouro, de uma receita infalível para se perpetuar no poder. Chegou a vez do último preso daquela unidade:

– O careca ali foi preso por fumar um cigarro dentro de casa, na presença de sua empregada! Mesmo depois de tantas campanhas, dos cadáveres estampados nos maços do cigarro, o imbecil ainda tem a cara-de-pau de acender um cigarro com sua pobre empregada em casa! Colocando em risco um fumante passivo! Expondo a coitada ao risco enorme de um câncer mortal. Vai passar duas décadas na cadeia para aprender o que é bom para a tosse! Até porque o desgraçado não para de tossir por causa do pigarro…

Nova gargalhada. Enquanto Cesare Battisti ciceroneava seu convidado pelo presídio, um subalterno preparava os comes e bebes na sala de visitas, com direito a uma enorme carreira de cocaína para animar a festa.

PS: Para quem acha a ironia absurda demais, recomendo o filme “O Homem do Futuro”, com Wagner Moura e Alinne Moraes. Há uma cena que capturou minha atenção. Zero, o personagem de Wagner Moura, entra em um bar no passado, em 1991, e pergunta ao barman se pode fumar ali. O atendente faz cara de espanto e rebate algo assim: “Isso aqui é um bar, meu amigo, claro que pode fumar!” Pois é. Passaram-se apenas duas décadas, e o que era inimaginável e absurdo de se pensar na época, tornou-se realidade agora. Um bar onde fumar é proibido! Alguém ainda acha a distopia acima tão inacreditável mesmo?

Sobre o Autor

Rodrigo Constantino é economista pela PUC-Rio, com MBA de Finanças pelo IBMEC e trabalha no mercado financeiro desde 1997. É articulista e autor de diversos livros, dentre os quais o novo Liberal com orgulho.

Operadoras deverão fornecer programa para medir velocidade da banda larga usada pelo internauta

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

As empresas que fornecem banda larga por rede de telefonia fixa deverão oferecer, por meio das próprias páginas que mantêm na internet, um aplicativo (software) para que os usuários possam medir a velocidade real de conexão que está sendo entregue.

Operadoras deverão fornecer programa para medir velocidade da banda larga usada pelo internauta

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Brasília – A partir de amanhã (29), as empresas que fornecem banda larga por rede de telefonia fixa deverão oferecer, por meio das próprias páginas que mantêm na internet, um aplicativo (software) para que os usuários possam medir a velocidade real de conexão que está sendo entregue.

A Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel) definiu hoje (28) o programa que deverá ser oferecido pelas prestadoras na página da operadora ou na página principal de oferta do serviço de banda larga.

A partir de outubro, operadoras de internet fixa e móvel deverão entregar, em média, por mês, uma velocidade mínima de conexão de 60% da velocidade anunciada.

Esses percentuais deverão aumentar a cada ano, até chegar, em 2014, à média mensal de 80% da velocidade contratada. Atualmente, a velocidade média que é entregue aos usuários fica em torno de 10% da contratada pelos consumidores.

O aplicativo aprovado pela agência reguladora é provisório e será comprado pelas empresas prestadoras do serviço. “Foi uma decisão para atender ao prazo e [por isso] escolhemos um software de fácil utilização.

Existem vários softwares de medição no mercado, mas precisávamos de um único para poder comparar o desempenho de todas as empresas”, explicou o superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos.

O programa final deverá estar disponível até outubro. Até lá, a agência também deverá definir um mecanismo para medir a velocidade de transmissão de dados da internet móvel.

O programa é grátis e vai permitir que o usuário tenha acesso aos resultados de cada medição, que devem mostrar a velocidade instantânea e a média das velocidades medidas.

A obrigatoriedade vale para as empresas com mais de 50 mil acessos ativos, que deverão fornecer uma cartilha informativa com a descrição dos parâmetros de qualidade e as instruções sobre a utilização do aplicativo.

A Anatel também definiu hoje a empresa PricewaterhouseCoopers como responsável para aferir a qualidade dos serviços de banda larga de acordo com os parâmetros determinados pela agência.

Fonte: votebrasil.com

Homens dizem que mulheres pesam demais

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

A pesquisa do instituto dinamarquês AKF, mostrou que os homens subestimam seu próprio peso, enquanto mulheres são vistas como mais gordas do que realmente são — por elas próprias e por seus companheiros.

Homens dizem que mulheres pesam demais

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Homens subestimam seu próprio peso, enquanto mulheres são vistas como mais gordas do que realmente são — por elas próprias e por seus companheiros, mostra um estudo.

O instituto de pesquisa dinamarquês AKF recentemente entrevistou mais de mil pessoas sobre seu peso e altura. Elas deveriam se colocar em uma das seguintes categorias de peso: abaixo do peso, normal, um pouco acima do peso, obesa ou severamente obesa.

Auto-imagens diferentes

Os resultados mostraram algumas diferenças claras em como homens e mulheres se enxergavam:
• Homens geralmente subestimam o próprio peso. Muitos dos homens cujos IMCs sugeriam que eram obesos viam seu peso como normal.
• Houve uma tendência de homens e mulheres muito acima do peso subestimarem seu próprio sobrepeso.
• Por outro lado, mulheres cujos IMCs mostravam que estavam abaixo do peso ou que tinham peso normal apresentaram uma tendência a superestimar o próprio peso. Muitas delas descreveram seu peso como normal, ainda que estivessem abaixo do peso, ou como acima do peso, ainda que seu peso estivesse normal.

“Mulheres são provavelmente mais rigorosas com si mesmas, enquanto homens são mais inclinados a pensar que sua aparência está boa”, diz a socióloga Vibeke Tornhøj Christensen, que conduziu o estudo.

Homens também são rigorosos com as mulheres

O estudo ainda mostrou que apesar de a escala de IMC se aplicar igualmente a homens e mulheres, os dois sexos tendem a se medir sob parâmetros muito diferentes — uma tendência que já foi bem demonstrada em estudos similares. Uma das novidades do estudo, no entanto, foi que Christensen também pediu aos participantes para estimar o peso de seus parceiros.

Aqui a pesquisa mostrou que enquanto mulheres tendem a subestimar um pouco o peso dos parceiros, os homens mostraram uma clara tendência a superestimar o peso de suas mulheres quando estas estavam ou abaixo do peso ou com peso normal. De forma geral, um IMC de 22,59 já foi suficiente para que os homens começassem a avaliar suas mulheres como acima do peso, apesar de que é preciso um IMC de 25 ou mais para ser considerado acima do peso.

“Quando homens começam a avaliar mulheres como acima do peso antes que elas estejam, isso vai contra a ideia geral de que homens gostam de mulheres curvilíneas”, diz a pesquisadora. Ela não tem dúvidas de que, se tanto homens como mulheres tendem a superestimar o peso feminino, existe uma clara influência vinda dos ideais femininos de muita magreza mostrados na mídia.

Concepções irreais de peso afetam a saúde

Christensen não está surpresa pela diferença em ideais físicos entre os sexos: “Homens devem ser musculosos e fortes protetores, então é aceito que eles sejam grandes — se é por gordura ou músculo pode ser de menor importância”, ela explica. “Ao mesmo tempo parece haver um ideal que associa feminilidade com magreza”.

Mas subestimar ou superestimar seu peso ou o do seu parceiro pode ser problemático. Por um lado é um sinal de um problema de saúde geral quando homens e mulheres superestimam seu próprio sobrepeso — e essa é uma tendência que vem crescendo, de acordo com um estudo norte-americano de 2008. “Se você não pensa que está acima do peso, há uma chance menor de você fazer um esforço para perder peso”, ela diz.

Por outro lado, uma imagem corporal distorcida pode colocar pressão desnecessária em mulheres: “Pode significar que algumas mulheres ficam se preocupando com o peso sem razão e podem acabar infelizes por não conseguirem se encaixar nos ideais atuais”.

Christensen encoraja pais e autoridades de saúde a fazerem um esforço para distinguir entre o que é saudável e o que são meramente distorções da mídia. “Mas não é fácil, pois existem pessoas que realmente têm que lidar com a obesidade”, ela admite.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Piso nacional do magistério de 2012 é definido em R$ 1.451

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

O Ministério da Educação definiu em R$ 1.451 o valor do piso nacional do magistério para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 2011. Conforme determina a lei que criou o piso, o reajuste foi calculado com base no crescimento do valor mínimo por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no mesmo período.

Piso nacional do magistério de 2012 é definido em R$ 1.451

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) definiu em R$ 1.451 o valor do piso nacional do magistério para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 2011. Conforme determina a lei que criou o piso, o reajuste foi calculado com base no crescimento do valor mínimo por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no mesmo período.

A Lei do Piso determina que nenhum professor pode receber menos do que o valor determinado por uma jornada de 40 horas semanais. Questionada na Justiça por governadores, a legislação foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.

Entes federados argumentam que não têm recursos para pagar o valor estipulado pela lei. O dispositivo prevê que a União complemente o pagamento nesses casos, mas, desde 2008, nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.

Em 2011, o piso foi R$1.187 e em 2010, R$ 1.024. Em 2009, primeiro ano da vigência da lei, o piso era R$ 950. Alguns governos estaduais e municipais criticam o critério de reajuste e defendem que o valor deveria ser corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), como ocorre com outras carreiras.

Na Câmara dos Deputados, tramita um projeto de lei que pretende alterar o parâmetro de correção do piso para a variação da inflação. A proposta não prosperou no Senado, mas na Câmara recebeu parecer positivo da Comissão de Finanças e Tributação. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) prepara uma paralisação nacional dos professores para os dias 14,15 e 16 de março com o objetivo de cobrar o cumprimento da Lei do Piso.

Edição: Lana Cristina

Agência da ONU elogia polícia do Rio

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

O combate ao tráfico nas favelas do Rio de Janeiro recebeu elogios em um relatório da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes, uma agência da ONU. O relatório 28, cita a ação conjunta da Polícia Militar do Rio e das Forças Armadas na ocupação de favelas.

Agência da ONU elogia polícia do Rio

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

O combate ao tráfico nas favelas do Rio de Janeiro recebeu elogios em um relatório da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes, uma agência da ONU com sede em Viena, na Áustria.

O relatório, divulgado nesta terça-feira, 28, cita a ação conjunta da Polícia Militar do Rio e das Forças Armadas na ocupação de favelas da cidade em um tópico no qual se discute como “responder ao problema”.

Elogios às UPPs

O documento ressalta que o Brasil conseguiu, “com uma combinação de policiais e militares”, prender líderes do narcotráfico e “instituir o estado de direito” onde antes predominava a violência. A instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas favelas cariocas também recebeu elogios.

A Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes também saudou iniciativas como a troca de armas em alguns lugares dos EUA. Já a Bolívia foi duramente criticada por abandonar no ano passado a Convenção Única de Narcóticos, de 1961, ao não reconhecer a folha de coca como uma droga.

Escalada da violência na América Central

O documento divulgado nesta terça também mostra uma preocupação da ONU com a situação na América Central. “A escalada da violência relacionada às drogas, envolvendo organizações criminosas, transnacionais e locais e outros grupos na América Central atingiu níveis alarmantes e sem precedentes, piorando significativamente a segurança na subregião, tornando-a uma das mais violentas áreas no mundo”, diz o relatório.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Fora do armário e dentro de um cubículo

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

O mundo corporativo não é completamente amigável aos gays, mas as atitudes mudaram dramaticamente. Cerca de 86% das empresas no topo do ranking da revista Fortune hoje proíbem a discriminação com base na orientação sexual.

Fora do armário e dentro de um cubículo

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

O mundo corporativo não é completamente amigável aos gays, mas as atitudes mudaram dramaticamente. Cerca de 86% das empresas no topo do ranking da revista Fortune hoje proíbem a discriminação com base na orientação sexual. Estas representavam 61% das empresas em 2002. Cerca de 50% também proíbem a discriminação contra transsexuais, comparado com 3% em 2002.

A Campanha por Direitos Humanos, um grupo de pressão norte-americano, mede as políticas corporativas para as minorias sexuais no seu “índice de igualdade” anual. Das 636 companhias que responderam a este questionário este ano, 64% oferecem os mesmos benefícios médicos para parceiros do mesmo sexo e para casais heterossexuais. Cerca de 30% marcaram fabulosos 100% no índice do grupo.

Este progresso também aconteceu em uma vasta gama de setores da economia. O grupo de empresas que receberam a nota mais alta no índice de igualdade previsivelmente contém várias empresas que contratam com base no talento, como bancos e consultorias. Mas também inclui gigantes industriais como a Alcoa, Dow Chemical, Ford, Owens Corning e Raytheon.

Lord Browne, o chefe da BP que renunciou após sua vida sexual virar manchete em 2007, disse que ele sempre se manteve no armário porque “era óbvio para mim que era simplesmente inaceitável ser gay nos negócios, e de maneira ainda mais definitiva no setor do petróleo”. Hoje a Chevron, um dos competidores mais ferrenhos da BP, tem uma avaliação de 100%.

O que causou essa revolução coorporativa? Grupos de pressão podem arrogar parte do crédito. Mas em grande parte ela aconteceu porque a mudança de atitudes na sociedade em grande escala reduziu o custo de ser amigável aos gays e ampliou as recompensas. Há uma geração no Ocidente, criar um ambiente de trabalho amigável aos gays poderia ofender a equipe heterossexual. Hoje, provavelmente, isso não vai acontecer. Mas deixar de tratar os gays com igualdade pode fazer com que eles procurem trabalho em outro lugar. Já que eles representam talvez de 5 a 10% do total de talentos globais, a intolerância torna uma companhia menos competitiva.

A revolução está longe de chegar ao fim. Quase metade dos entrevistados na pesquisa do Center for Work-Life ainda está no armário. E mesmo as companhias mais progressistas não podem compensar a intolerância no resto do mundo. É difícil chegar ao topo de uma companhia grande sem uma experiência no exterior. Mas a homossexualidade ainda é ilegal em 76 países – incluindo economias vibrantes como Dubai e Cingapura – e é punida com a morte na Arábia Saudita, Irã e em partes da Nigéria.

Ainda assim, a revolução gay no ambiente de trabalho é notável. Na maioria dos lugares as empresas são mais liberais que os governos. Nos EUA, por exemplo, até o ano passado os soldados podiam ser expulsos do Exército por serem gays; 29 estados ainda permitem a discriminação com base na preferência sexual. Nos próximos anos a revolução deve ganhar ainda mais espaço.

Após Serra anunciar que concorre em São Paulo, PT analisa alianças

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

A cúpula do PT irá se reunir, para analisar o quadro eleitoral do país. O foco do encontro será a candidatura do ex-governador José Serra para a prefeitura de São Paulo com o apoio do partido do atual perfeito Gilberto Kassab. prefeitura paulistana.

Após Serra anunciar que concorre em São Paulo, PT analisa alianças

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

A cúpula do PT irá se reunir nesta segunda-feira, 27, para analisar o quadro eleitoral do país. O foco do encontro, que acontecerá na sede do partido, em São Paulo, será a candidatura do ex-governador José Serra para a prefeitura de São Paulo com o apoio do partido do atual perfeito Gilberto Kassab. Os lideres petistas irão discutir também uma eventual aliança entre o partido e o PMDB, que lançou Gabriel Chalita como candidato à prefeitura paulistana.

Leia também: Serra decide entrar na disputa pela prefeitura de São Paulo
Leia também: Kassab avisa a Dilma que fica com Serra em São Paulo

O ex-governador José Serra confirmou sua participação na eleição municipal de São Paulo nesta segunda-feira, 27. Através do seu Twitter, Serra declarou ser favorável as prévias feitas pelo PSBD para definir o candidato: “Sempre fui favorável às prévias para a escolha do candidato a prefeito do PSDB. E delas pretendo agora participar”, anunciou Serra em seu perfil na rede social.

Inicialmente, quatro pré-candidatos participariam das prévias, porém, dois deles desistiram da eleição interna do PSBD após o ex-governador anunciar que iria participar do processo. Os secretários estaduais também anunciaram a decisão de não concorrer às prévias nesta segunda. Já o secretário estadual de Energia, José Aníbal, e o deputado federal Ricardo Trípoli, afirmaram que continuam na disputa.

A entrada do ex-governador no processo da eleição interna deverá ser discutida pela Executiva Municipal do PSDB nos próximos dias. A princípio, a data da prévia deve ser 11 de março, para que Serra tenha tempo para negociar apoio político. O adiamento das prévias é previsto em uma resolução do Diretório Estadual do PSDB, que estabelece que as eleições internas devem acontecer até 31 de março. Apesar das desistências dos dois secretários, o debate marcado entre os pré-candidatos para a noite desta segunda-feira será mantido.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Estamos ficando mais burros?

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

Em um teste de QI, uma pessoa comum estaria hoje 30 pontos acima dos seus avós, então não estamos ficando mais burros. Mas será que somos mais inteligentes? Essa é uma questão mais complicada.

Estamos ficando mais burros?

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

Se você ligar a TV, fizer testes padronizados ou passar uma hora de bobeira no YouTube, é difícil não imaginar: a nossa espécie está regredindo? As pessoas estão ficando mais burras? Por James Flynn

Em um teste de QI, uma pessoa comum estaria hoje 30 pontos acima dos seus avós, então não estamos ficando mais burros. Mas será que somos mais inteligentes? Essa é uma questão mais complicada. Na verdade, é o tema do meu próximo livro: Estamos ficando mais inteligentes? Aumento do QI e o Século XXI.

Se a pergunta é “Temos um cérebro com maior potencial ao nascer?” ou “Nossos ancestrais eram muito estúpidos para lidar com o mundo concreto do dia-a-dia?”, a resposta é não. Se a pergunta é “Vivemos em um tempo que representa uma maior variedade de problemas cognitivos do que nossos ancestrais encontraram?” e “Será que desenvolvemos novas habilidades cognitivas e o tipo de cérebro que consegue lidar com elas?”, a resposta é sim.

Eu preferiria dizer que nossas mentes são ‘mais modernas’ do que aquelas dos nossos ancestrais. Eles viviam em um mundo que era concreto e utilitário. Em 1900, crianças na escola eram perguntadas “Quais são as capitais dos estados do país?”. Hoje, elas são perguntadas “Se representantes rurais dominassem a legislatura estadual, onde colocariam a capital?” (a resposta é que, por eles odiarem grandes cidades, colocariam a capital do estado em Albany ao invés de Nova York, por exemplo). Em outras palavras, nós levamos a aplicação de lógica a situações hipotéticas a sério, além disso, claro, jogamos vídeo games que nos levam a mundos hipotéticos e simbólicos.

Como resultado, estamos mais bem preparados para aprender sobre ciência, que lida com hipóteses e abstrações, e até para pensar melhor sobre ética. Se você perguntasse ao meu pai, “E se você acordasse um dia e fosse negro?”, ele diria que isso é ridículo. Mas um racista moderno teria que levar a questão mais a sério. Ele teria que dizer que negros são dignos de discriminação não apenas por serem negros, mas por causa de algum defeito genético. Imediatamente, a objetividade da ciência entra no debate e o leva a um nível superior.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

CNJ fará operação pente-fino nos rendimentos de juízes

quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

O especialista do Instituto Millenium e advogado Renato Pacca (foto), criticou a postura dos membros do judiciário brasileiro, que, segundo ele, mantém as informações sobre seus pagamentos numa espécie de “caixa-preta”.

CNJ fará operação pente-fino nos rendimentos de juízes

quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

Fonte: www.imil.org.br

A favor das investigações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre os rendimentos dos juízes, o especialista do Instituto Millenium e advogado Renato Pacca, criticou a postura dos membros do judiciário brasileiro, que, segundo ele, mantém as informações sobre seus pagamentos numa espécie de “caixa-preta”.

Pacca ressalta que ao contrário do que é feito em outros países, como nos EUA, o Conselho não tem acesso aos dados fiscais e bancários de magistrados no Brasil. O CNJ pode checar apenas os índices de correção aplicados por Tribunais de Justiça estaduais e os períodos contemplados para calcular contracheques excepcionais concedidos a juízes e a desembargadores foram feitos de forma regular. Caso sejam confirmadas irregularidades, haverá um desconto em folha das quantias indevidamente creditadas na conta dos magistrados.

“Os americanos sabem quanto os ministros da Suprema Corte ganham e quais são os valores dos subsídios. Todos os dados estão disponíveis no site da Suprema Corte. Aqui no Brasil, a gente não sabe nada. Não sabemos quantos assessores estão lotados nos gabinetes, quem são essas pessoas e nem quanto elas ganham.”

Para o especialista do Imil, a proteção da privacidade dos juízes é usada como argumento para esconder a verdadeira intenção dos membros do Judiciário. “A intenção é proteger corporativamente a classe, para que a sociedade não saiba quanto cada desembargador ganha. O salário deles é muito aumentado em função de valores adicionais, que fazem com que o pagamento de um desembargador chegue, facilmente, a R$ 60 mil por mês. O que é um absurdo.”

Os créditos extraordinários e os patrimônios dos juízes do Tribunal Regional de São Paulo começaram a ser investigados pelo CNJ em dezembro de 2011, mas a ação, comandada pela ministra Eliana Calmon, foi bloqueada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello.

Pacca afirmou que o Poder Judiciário utiliza sua autonomia para não ser investigado. “Por piores que sejam, os membros dos poderes Executivo e Legislativo são eleitos. Há uma maneira da sociedade exercer uma fiscalização, não os elegendo. Agora, o Judiciário não condena os seus pares, que, por sua vez, são alçados por concursos públicos. Não há nenhum tipo de controle”

O especialista destacou a importância da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter o CNJ como órgão fiscalizador do poder externo do Poder Judiciário. “Esse controle é bem vindo, principalmente, nas questões salariais. Se existem problemas enormes nos tribunais de São Paulo e do Rio de Janeiro. Fico imaginando o que deve acontecer em outros estados da federação.”