Arquivo de Maio de 2010

Carta de brasileira vítima do ataque de Israel alerta ao perigo

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

A cineasta brasileira Iara Lee, que estava a bordo de uma das embarcações atacada por tropas israelenses, alertou em carta ao Senado sobre os perigos da viagem à Faixa de Gaza. “Nós que enfrentamos esta viagem estamos, é claro, preocupados com nossa segurança também”.

Carta de brasileira vítima do ataque de Israel alerta ao perigo

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Fonte: vermelho.org.br

A cineasta brasileira Iara Lee, que estava a bordo de uma das embarcações atacada na madrugada desta segunda (31) por tropas israelenses, alertou em carta ao Senado sobre os perigos da viagem à Faixa de Gaza. “Nós que enfrentamos esta viagem estamos, é claro, preocupados com nossa segurança também. Anteriormente, alguns barcos que tentaram trazer abastecimento a Gaza foram violentamente assediados pelas forças israelenses”, disse ela.
Sob o título “Por que vou para Gaza”, a carta da brasileira, lida na semana passada pelo senador Eduardo Suplicy (OT-SP) no plenário da Casa, previu que a missão humanitária para entregar mantimentos na Faixa de Gaza encontraria problemas. Nela, a cineasta relatou sobre o ataque repentino por uma embarcação israelense ao navio Dignity que transportava cirurgiões voluntários e três toneladas de suprimentos médicos para a região.

“Passageiros e tripulantes ficaram aterrorizados, enquanto seu navio se enchia de água e tropas israelenses ameaçavam disparar”, lembrou. Apesar desses antecedentes, a cineasta acreditava que no máximo o comboio seria impedido de continuar viagem.

“A recente decisão do governo israelense de barrar a entrada do acadêmico internacionalmente reconhecido Noam Chomsky aos Territórios Ocupados da Palestina sugere que também seremos barrados. Não obstante, partiremos com a intenção de entregar comida, água, suprimentos médicos e material de construção às comunidades de Gaza.”

Determinação

Sobre sua decisão de seguir viagem, Iara Lee diz que se envolvia na missão por acreditar que ações não violentas, que chamam atenção ao bloqueio, “são indispensáveis à educação do público sobre o que está verdadeiramente ocorrendo”. Para ela, não há justificativas para impedir que ajuda humanitária chegue à Faixa de Gaza.

“Normalmente eu consideraria uma missão de bons ofícios como esta completamente inócua. Mas, neste caso, a crise que sofrem os cidadãos palestinos foi criada pela política internacional: é resultado da atitude de Israel de cercar Gaza em pleno afronte à lei internacional e do apoio dos Estados Unidos pelo bloqueio comercial”, argumentou.

Iara considerou que mais ação civil, além do trabalho do presidente Lula em promover a paz no Meio Oriente, são necessárias para sensibilizar as pessoas “sobre o grave abuso de direitos humanos em Gaza.”

“O cerco à Faixa de Gaza pelo governo israelense tem origem em 2005, e vem sendo rigorosamente impingido desde a ofensiva militar israelense de 2008-2009, que deixou mais de 1.400 mortos, e 14.000 lares destruídos. Israel argumenta que suas ações militares intensificadas são em resposta ao disparo de foguetes ordenado pelo governo Hamas cuja legitimidade Israel não reconhece. Porém, segundo organizações internacionais de direitos humanos como Human Rights Watch, a reação militar israelense tem sido extremamente desproporcional”, diz a carta da cineasta.

Segundo ela, o cerco à Gaza pune diretamente homens, mulheres e crianças inocentes e é ilegal sob a lei internacional. “Como resultado do cerco, civis em Gaza, inclusive crianças e outros inocentes que se encontram no meio do conflito, na têm água limpa para beber, já que as autoridades não podem consertar usinas de tratamento de água destruídas pelos ataques israelenses.”

Além disso, escreveu a brasileira, os ataques aéreos danificaram a infraestrutura da região e a redução das importações deixaram a população sem comida e remédio.

De Brasília,
Iram Alfaia

Cresce o número de fumantes entre as mulheres, revelam pesquisas

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Treze em cada 100 brasileiras fumam atualmente. A proporção totaliza quase 10 milhões de mulheres, que gastam, em média, mais de 10% de um salário mínimo por mês com o vício

Cresce o número de fumantes entre as mulheres, revelam pesquisas

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Treze em cada 100 brasileiras fumam atualmente. A proporção totaliza quase 10 milhões de mulheres, que gastam, em média, mais de 10% de um salário mínimo por mês com o vício. As informações constam da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio de 2008 (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e reforçam o alerta feito por especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o avanço do tabagismo entre as mulheres.

Apesar do Brasil registrar redução entre o número de fumantes de uma forma geral, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a redução de fumantes entre as mulheres no país foi significativamente inferior à dos homens. O tabagismo feminino é uma preocupação em todo o mundo. Segundo a OMS, o sexo feminino já responde por 20% dos mais de 1,3 bilhão de fumantes do mundo.

Para a chefe da Divisão de Controle do Tabagismo do Inca, Tânia Cavalcante, as mulheres têm dificuldades mais específicas em relação ao vício, tanto do ponto de vista do apego, como na hora de largar. “A mulher, geralmente, usa o cigarro para lidar com as dificuldades sociais, situações estressantes, quando estão entediadas ou sozinhas. E, hoje, a mulher tem uma grande carga de demanda social e vários turnos de trabalho: ela é chefe de família, tem que prover o lar e, quando chega em casa, ainda tem que cuidar de tarefas [domésticas]. É uma carga muito grande e o cigarro acaba sendo um amigo”, explicou Tânia.

A vaidade é outro inimigo das mulheres que se renderam ao vício do cigarro. No Rio de Janeiro, por exemplo, uma pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Saúde e pela Defesa Civil mostrou que 58% das fumantes têm receio de parar de fumar e ganhar peso em seguida. Mas o preço pode ser ainda mais alto. Mulheres que fumam e tomam pílulas anticoncepcionais, por exemplo, têm, segundo o Inca, dez vezes mais chances de sofrer ataques cardíacos e embolia pulmonar, do que as não fumantes que tomam pílulas. O fato tem impacto direto no custo da saúde pública.

“A gente carece de estudos que mostrem o impacto do tabagismo no Sistema Único de Saúde [SUS] e na seguridade social. Mas o que temos já mostra que o gasto é substantivo. Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz [Fiocruz] mostrou que o SUS gastou, só com internação, em 2005, em torno de R$ 300 milhões”, disse.

A OMS afirma que a indústria do cigarro tem investido fortemente para atrair o público feminino e os jovens. O resultado aparece em levantamentos como o destacado pelo Inca, que revela que o câncer de pulmão é o segundo tipo da doença que mais mata as mulheres no país, perdendo apenas para o câncer de mama.

Para Tânia Cavalcante, o nível de experimentação entre adolescentes também é preocupante já que, segundo ela, a adolescência é a fase em que a dependência química rapidamente se estabelece. “A gente tem que chegar a uma situação em que o cigarro seja minimamente acessível a esses adolescentes. A gente tem a questão dos preços. Embora o Ministério da Fazenda esteja se esforçando para aumentar os impostos e, com isso, o preço dos cigarros, ainda estamos num patamar que permite o acesso fácil na perspectiva econômica. E tem outros desafios como a capilaridade das vendas. A gente tem venda de cigarro em qualquer esquina, como padarias, banca de jornal e lojas de conveniência de postos de gasolina”.

Edição: Lana Cristina

“Como candidato ao Senado, tenho mais condições de ajudá-lo”, diz Aécio

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

“Precisamos fortalecer diariamente nossas convicções e resistir às pressões que nos afastam delas. Estou absolutamente seguro de que tomei a melhor decisão, pensando no país. Se eu não tivesse convicção da capacidade de Serra de governar o país, talvez estivesse até hoje na disputa”, afirmou Aécio.

“Como candidato ao Senado, tenho mais condições de ajudá-lo”, diz Aécio

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

A insistência da mídia em questionar o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves sobre a possibilidade de ser vice de José Serra tem sido manchetes nos principais jornais. Em resposta, Aécio, que será candidato ao Senado, afirmou que a decisão por não compor a chapa tucana foi tomada em dezembro de 2009.

“Precisamos fortalecer diariamente nossas convicções e resistir às pressões que nos afastam delas. Estou absolutamente seguro de que tomei a melhor decisão, pensando no país. Se eu não tivesse convicção da capacidade de Serra de governar o país, talvez estivesse até hoje na disputa”, afirmou Aécio em entrevista ao jornal O Globo, publicada na edição deste domingo, 30.

O ex-governador de Minas Gerais explicou que abdicou da candidatura à Presidência e optou por disputar vaga no Senado em nome da unidade partidária. “De lá para cá, nada mudou, nem minha convicção de que Serra é o melhor candidato para vencer as eleições, e que como candidato ao Senado tenho mais condições de ajudá-lo.”

Ele não teme ser responsabilizado por uma eventual derrota de Serra. E adiantou que o nome do senador Tasso Jereissati é uma das alternativas dentro do partido como vice de Serra.

Aécio não acredita ser essencial para Serra vencer

Aécio Neves também respondeu à especulação de que compor a chapa seria fundamental para a vitória tucana. “Tenho pesquisas que mostram que isso poderia aumentar em no máximo 5% as intenções de votos em favor de Serra em Minas.”

O ex-governador também rebateu a ideia de que as eleições se definiriam em Minas Gerais. “Qualquer análise pode mostrar que a eleição pode ser definida no Nordeste, que tem 27% do eleitorado. Minas tem 10%.”

Aécio garantiu, porém, que estará dedicado à vitória de Serra. “Não haverá no meu partido ou fora dele alguém tão dedicado à vitória de Serra. Temos o melhor candidato e condições para vencer em Minas e no Brasil.”

Ele destacou também que acredita na transferência de votos, mas de forma limitada. “Quem define as eleições não são os apoiadores, é o eleitor.”

Os dez estádios mais impressionantes do mundo

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Primeiro estádio do mundo, o Estádio Olímpico da Grécia antiga, foi fundado no século VIII a.C

Os dez estadios mais impressionantes do mundo

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

O primeiro estádio do mundo, o Estádio Olímpico da Grécia antiga, foi fundado no século VIII a.C no formato de um U alongado para uma pista de atletismo. Com os primeiros jogos Olímpicos, em 1896, os estádios foram ganhando novas formas e usados para diferentes esportes.

O Brasil tem um dos maiores estádios de futebol do mundo, o Maracanã, que até hoje ganha a fama de ser grandioso pela tradição do futebol e pelo fanatismo de seus torcedores. Muitos estádios construídos para sediar Copas e Olimpíadas ganharam um ar de sofisticação, como o gigante Ninho do Pássaro, em Pequim. Conheça a seleção feita pelo Opinião e Notícia dos estádios mais impressionantes do mundo. Você já esteve em algum deles? Comente!

1) Maracanã (Rio de Janeiro, Brasil)

O estádio Jornalista Mário Filho foi construído em 1950 para que o país pudesse sediar a 4ª Copa do Mundo. Quando foi inaugurado, o estabelecimento abrigava cerca de 155 mil espectadores, o que o concedeu o título de maior estádio do mundo. Após diversas reformas, o Maracanã “encolheu” e hoje tem capacidade para quase 95 mil pessoas. O nome, em tupi, significa chocalho (maraca) e semelhante (nã).

2) Ninho do pássaro (Pequim, China)

Construído para as Olimpíadas de Pequim, o Estádio Olímpico foi inaugurado no dia 18 de abril de 2008. No formato de um ninho de pássaro, a obra de três anos e meio custou US$ 500 milhões. O estádio tem capacidade para 91 mil pessoas.

3) Allianz arena (Munique, Alemanha)

Inaugurado em 2005, o estádio oficial dos times Bayern de Munique e TSV 1860 Munique também sediou a Copa do Mundo de 2006. O projeto de € 340 milhões gerou um espaço para até 66 mil espectadores sentados. O estádio tem  uma fachada de painéis infláveis que emitem luz e mudam de cor de acordo com o time que joga na casa.

4) Santiago Bernabéu (Madri, Espanha)

Quando inaugurado, em 1947, o estádio tinha uma capacidade para um pouco mais de 75 mil espectadores e era chamado de Estádio Chamartín. Em 4 de janeiro de 1955, os dirigentes fizeram uma remodelação e nomearam a construção do estádio em homenagem ao ex-presidente do clube, Santiago Bernabéu. É o estádio oficial do Real Madri.

5) Anfield (Liverpoll, Inglaterra)

O estádio oficial do Liverpool FC, inaugurado em 1884, tem capacidade para 45 mil pessoas. Na época, foi construído para substituir um outro estádio, o Stanley Park.

6) San Siro (Milão, Itália)

O estádio Giuseppe Meazza foi inaugurado em 1925 e é o oficial de dois clubes italianos, o Internazionale e o Milan. Inicialmente foi nomeado pelo distrito em que está localizado, o San Siro. No entanto,  em 1880, foi renomeado como Giuseppe Meazza, um símbolo do Clube Internazionale. No início, tinha capacidade para 35 mil pessoas, até que, depois de diversas reformas, o estádio ganhou sua capacidade atual para 85 mil pessoas.

7) Camp Nou (Barcelona, Espanha)

O Estadi Futbol Club Barcelona é o oficial do time FC Barcelona. Com uma capacidade para mais de 98 mil pessoas, o campo foi inaugurado em 1947. Quase 51 anos depois, o estádio foi reformado e ampliado para comportar 150 mil torcedores.

8 ) Old Trafford (Grande Manchester, Inglaterra)

O terceiro maior estádio da Inglaterra tem espaço para mais de 76 mil espectadores. Inaugurado em 1910, o “Teatro dos Sonhos” pertence ao time de futebol Manchester United. Há cem anos, o estádio foi construído por £ 90 mil e tinha espaço para pouco mais de 45 mil pessoas. Após ser bombardeado na Segunda Guerra Mundial, o Old Trafford passou por diversas reformas — a última aconteceu nos anos 1990. Bobby Charlton, um dos maiores jogadores do Manchester United, foi o responsável pelo o apelido “Teatro dos Sonhos” pela atmosfera do lugar e por suas cadeiras vermelhas.

9) La Bombonera (Buenos Aires, Argentina)

O Estadio Alberto J. Armando foi inaugurado em 1940, com o nome de Coliseo de la Boca. O estádio oficial do Club Atlético Boca Juniors tem capacidade para até 49 mil espectadores. Com o formato de um “D”, o estádio também lembra uma caixa de bombons, de onde recebeu o nome dos fãs.

10) Panathinaiko (Atenas, Grécia)

O único estádio totalmente em mármore branco foi construído em 330 a.C para os jogos Panathenaic, em homenagem à deusa Athenas.  Mais tarde, sofreu diversas reformas entre 1896 e 1906, quando adquiriu sua forma atual. Tem capacidade para 60 mil espectadores. É o único estádio de atletismo do nosso TOP 10.

Lula: mundo desenvolvido faria escândalo se vazamento de óleo no Golfo do México fosse no Brasil

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou  o vazamento de óleo que ocorre no Golfo do México desde abril deste ano. Segundo ele, o mundo desenvolvido teria feito um “escândalo” se acidente semelhante tivesse ocorrido com a Petrobras, na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro.

Lula: mundo desenvolvido faria escândalo se vazamento de óleo no Golfo do México fosse no Brasil

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou hoje (31) o vazamento de óleo que ocorre no Golfo do México desde abril deste ano. Segundo ele, o mundo desenvolvido teria feito um “escândalo” se acidente semelhante tivesse ocorrido com a Petrobras, na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro.

“Acho engraçado como a imprensa trata uma coisa dessas. Imagina se fosse a Petrobras. Imagina se fosse aqui na Baía de Guanabara, o escândalo que o mundo desenvolvido teria feito contra nós. Imagina quantas matérias contra o Brasil, que [diriam que] não sabe tomar conta do seu nariz”, disse Lula, na abertura do 10º Michelin Challenge Bibendum, no Riocentro, no Rio de Janeiro.

O vazamento de óleo ocorreu em em poço da empresa britânica BP, no Golfo do México, na Costa Sul dos Estados Unidos.

Edição: Juliana Andrade

Fracassa segunda tentativa de privatizar Banco do Estado do Rio de Janeiro

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

O governo estadual fracassou na segunda tentativa de vender o Banco do Estado do Rio de Janeiro (Berj). O Bradesco e o Unibanco, únicas instituições que haviam depositado as garantias, não compareceram  para o leilão na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro para a entrega das propostas.

Fracassa segunda tentativa de privatizar Banco do Estado do Rio de Janeiro

segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Cristiane Ribeiro
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O governo estadual fracassou na segunda tentativa de vender o Banco do Estado do Rio de Janeiro (Berj). O Bradesco e o Unibanco, únicas instituições que haviam depositado as garantias, não compareceram hoje (31) para o leilão na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro para a entrega das propostas.

Desta vez, o lance mínimo era de R$ 513 milhões, bem abaixo dos R$ 738 milhões da primeira tentativa, em 2006. O secretário-chefe da Casa Civil do estado, Regis Fitcher, que foi à Bolsa de Valores acompanhar o leilão, disse que agora o governo do estado vai “avaliar a situação”.

O Berj representa o passivo do antigo Banerj, que foi comprado pelo Banco Itaú em 1996. Com a privatização do Banerj, o Berj ficou com a folha de pagamento dos servidores ativos e inativos do governo do estado, terrenos na zona oeste do Rio e em São Paulo, além de obras de Di Cavalcanti, Alfredo Volpi e Anita Malfatti, e a carteira de crédito tributário, a qual, segundo o governo do estado, passaria de R$ 3 bilhões.

Edição: Tereza Barbosa

Espanha tem abrigos para o ‘fim do mundo’

domingo, 30 de Maio de 2010

À espera do fim do mundo em 2012, profetizado pelos maias, espanhóis construíram abrigos para se proteger. Mesmo que a profecia não se concretize, eles acreditam que os abrigos serão de grande ajuda diante desastres naturais e da ameaça nuclear

Espanha tem abrigos para o ‘fim do mundo’

domingo, 30 de Maio de 2010

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

À espera do fim do mundo em 2012, profetizado pelos maias, espanhóis construíram abrigos para se proteger. Mesmo que a profecia não se concretize, eles acreditam que os abrigos serão de grande ajuda diante das mudanças climáticas, de desastres naturais, da ameaça nuclear e da instabilidade das manchas solares.   

O presidente do Grupo de Sobrevivência da Espanha 2012 (GSE), Jonatan Bosque, explica as causas da iniciativa, que não tem fins lucrativos: “Não somos apocalípticos, mas queremos evitar os riscos. Um país como a Espanha, que tem centrais nucleares que são alvo da Al Qaeda, não conta com um nível de segurança muito alto diante de uma grande catástrofe”. 

Os bunkers são abrigos subterrâneos, construídos como cavernas nas montanhas. “O que queremos é que os bunkers estejam ao alcance de todos”, diz Bosque. O grupo tem 180 sócios. 

Bosque explicou que a iniciativa é uma medida de prevenção diante de catástrofes: “Tem de se desenvolver protocolos de atuação para todo tipo de catástrofe, por mais remotas que elas pareçam, como as tormentas solares. A própria Nasa anunciou uma tormenta sem precedentes para 2012?.   

Modelos para família e para a comunidade 

Os refúgios, que foram projetados para serem encravados em uma montanha, como quartos de um barco, têm dois modelos: família e comunitário. O primeiro foi inspirado no metrô de Londres, medindo 54 metros e com capacidade para 24 pessoas. Já o comunitário, de 600 metros, pode abrigar até 150 pessoas.   

Os maiores podem custar cerca de US$ 150 mil (aproximadamente R$ 275 mil) e os pequenos cerca de US$ 4 mil (R$ 7,3 mil). A GSE 2012 planeja arrecadar dinheiro de empresas para que os bunkers sejam acessíveis a todos e sejam financiados pelo Estado. 

Sobreviventes podem passar três anos no bunker 

 Abrigo de proteção do fim do mundo

O interior de um bunker

“É possível permanecer até três anos em seu interior respirando ar puro, mas tudo depende da capacidade de gestão dos ocupantes, dos alimentos”, afirmou Bosque. O refúgio tem geradores elétricos movidos a diesel, sistema de refrigeração e dispensa para mantimentos, sementes e plantas.  

“Porém, não é uma casa. Seu uso é para emergências. Para ter acesso aos bunkers é preciso pertencer à cooperativa, assim evitamos especulações com os preços”, diz o presidente do grupo.  

Filtro contra radiação  

O abrigo é coberto por uma camada de concreto de 60 centímetros e tem filtros de partículas radioativas, o que evita a passagem de resíduos tóxicos, bactérias ou radiação. Os projetos são para as serras de Madri, Granada e Aragão.

Dietas podem gerar variações cerebrais

domingo, 30 de Maio de 2010

Pesquisadores afirmam que as mudanças explicam o aumento nos últimos tempos de depressão, perda de memória, esquizofrenia e transtorno de déficit de atenção

Dietas podem gerar variações cerebrais

domingo, 30 de Maio de 2010

Fonte: congressoemfoco.com.br

Modificações na dieta moderna explicam o crescimento de males.

Foi realizada na Royal Society of Medicine, em Londres, a “Celebração do DHA”. Mais que um festival, o evento foi um congresso científico. Nos dias 26 e 27 de maio, foram discutidas as muitas virtudes do ácido docosahexaenóico – o mais importante dos complementos alimentares que estão na moda, os ácidos graxos ômega-3.

DHA é um componente do cérebro, particularmente encontrado nas sinapses encontrados entre as células nervosas. Mas o fato de o elemento estar sendo substituído pelo ômega-6 nas dietas modernas causa preocupação em especialistas.

Pesquisadores afirmam que as mudanças explicam o aumento nos últimos tempos de depressão, perda de memória, esquizofrenia e transtorno de déficit de atenção. A variação pode ser responsável também pelo crescimento dos níveis de obesidade e, portanto, de doenças cardíacas ocasionadas pelo excesso de peso.

Datafolha: Dilma seria a mais favorecida pelo fim do voto obrigatório

sábado, 29 de Maio de 2010

De acordo com o levantamento, realizado entre os dias 20 e 21 de maio, 64% dos eleitores da petista compareceriam às urnas, mesmo sem qualquer caráter impositivo da legislação. Por sua vez, 53% dos eleitores do pré-candidato do PSDB ao Planalto, José Serra, iriam às urnas nessas condições.

Datafolha: Dilma seria a mais favorecida pelo fim do voto obrigatório

sábado, 29 de Maio de 2010

Por Rodolfo Torres – congressoemfoco.com.br

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (29) revela que a pré-candidato do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, seria a mais beneficiada caso o voto deixasse de ser obrigatório no país.

De acordo com o levantamento, realizado entre os dias 20 e 21 de maio, 64% dos eleitores da petista compareceriam às urnas, mesmo sem qualquer caráter impositivo da legislação. Por sua vez, 53% dos eleitores do pré-candidato do PSDB ao Planalto, José Serra, iriam às urnas nessas condições. 

A pesquisa também revela que os petistas são os que mais apoiam a obrigatoriedade de votar: 55%, contra 48% entre os tucanos.

O voto obrigatório divide o eleitorado brasileiro. Enquanto 48% dos entrevistados são favoráveis, outros 48% são contrários.

O estudo ainda aponta que 55% dos brasileiros que vivem em capitais ou regiões metropolitanas são a favor do voto facultativo. Por outro lado, 44% dos que vivem no interior são contra.

Empresas de cigarros visam mulheres

sábado, 29 de Maio de 2010

Organização Mundial de Saúde denunciou, os fabricantes de cigarros por tentarem incentivar mulherese e  pessoas com idades mais avançadas a fumar, tudo mediante “estratégias agressivas” de publicidade e marketing

Empresas de cigarros visam mulheres

sábado, 29 de Maio de 2010

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

A Organização Mundial de Saúde denunciou nesta sexta-feira, 28, as empresas fabricantes de cigarros por tentarem incentivar mulheres a fumar e pessoas com idades cada vez mais avançadas a aderir ao hábito, tudo mediante “estratégias agressivas” de publicidade e marketing.

A denúncia é parte das ações por ocasião do Dia Mundial Sem Tabaco, a ser comemorado neste domingo, 30. Segundo o diretor da “Iniciativa Livre de Tabaco”, Douglas Bettcher, o alvo das “estratégias predatórias” das empresas de tabaco para “manter seu motor de rentabilidade” são os países em desenvolvimento.

Um bilhão de fumantes

Apenas 9% das mulheres de todo o mundo são fumantes. Entre os homens, índice é de 40%. Entre um bilhão de pessoas que fumam no mundo, cerca de 200 milhões são mulheres. Esta diferença vem sendo encarada pelo setor tabagista como uma grande oportunidade para expandir seu mercado.

Bettcher diz que principalmente a Philip Morris e a British American Tobacco têm uma clara estratégia para conquistar o mercado feminino na América Latina, e no Chile, Colômbia, México, Uruguai, Argentina e Brasil já há mais meninas do que meninos fumando. A OMS estima que oito milhões de pessoas vão morrer por causa do cigarro em 2030.

Em nossa opinião…

É imoral essas empresas continuarem tentando viciar as pessoas com seus produtos venenosos. Só não somos a favor da proibição do cigarro porque a proibição do álcool nos EUA já provou que isso é contraprodutivo. A proibição traria o tráfico ilegal. Mas a propaganda de qualquer espécie, direta ou indireta, poderia ser proibida, bem como o lançamento de novas marcas, qualquer iniciativa de marketing.

A sociedade deveria boicotar as empresas de tabaco. Nos Estados Unidos, existem fanáticos que promovem ataques a clínicas de aborto. Na Inglaterra, grupos atacam empresas que praticam experimentos com animais. Não seria mais importante ir contra as empresas de tabaco?

Nas escolas, é preciso conscientizar as crianças contra o fumo. Afinal de contas, não é aceitável que existam grandes empresas, cotadas em bolsa, com enormes lucros, que vivem de vender câncer. Repetimos: proibir não dá certo, porque cria o tráfico ilegal, mas pressionar para lentamente reduzir a produção, isto sim deveria gerar resultados.

Governo Lula triplica gastos com patrocínio esportivo

sábado, 29 de Maio de 2010

A quatro anos da Copa do Mundo e a seis das Olimpíadas, o esporte nunca esteve tão em evidência no país. Desde 2003, primeiro ano de governo do presidente Lula, os números do investimento em esporte triplicaram, passando de R$ 61,1 milhões para R$ 198,3 milhões em 2009.

Governo Lula triplica gastos com patrocínio esportivo

sábado, 29 de Maio de 2010

Amanda Costa
Do Contas Abertas

A quatro anos da Copa do Mundo e a seis das Olimpíadas, o esporte nunca esteve tão em evidência no país. O novo momento tem despertado maior interesse pelo esporte de setores públicos e empresariais, pela visibilidade que proporciona aos patrocinadores. Desde 2003, primeiro ano de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os números do investimento em esporte triplicaram, passando de R$ 61,1 milhões para R$ 198,3 milhões em 2009. O levantamento diz respeito aos patrocínios aprovados pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) e compreende todos os órgãos e entidades do Poder Executivo, inclusive as empresas estatais.

Em sete anos de gestão Lula, quase R$ 1 bilhão foi liberado para apoio a projetos de prática desportiva. O patrocínio inclui diversas modalidades praticadas no ar, na água e na terra, como paraquedismo, ultraleve, canoagem, iatismo, natação, surf, fórmula 1, rally, corrida, ciclismo, futebol, capoeira, rodeio, jogos indígenas, basquete, boliche, ginástica olímpica, tênis, vôlei, xadrez, entre outros. 

Contudo, não há detalhes sobre quais eventos específicos foram patrocinados, já que não existem números de patrocínio por segmento. Segundo a Secom, que coordena o Comitê de Patrocínio do governo federal, “as empresas estatais podem patrocinar eventos de qualquer natureza”. No entanto, todas as propostas de patrocínios realizadas por órgãos ou entidades do Poder Executivo Federal precisam ser analisadas e aprovadas pela Secretaria de Comunicação.

A ideia de oferecer patrocínios esportivos, segundo a Secom, é beneficiar o eixo educacional, praticado em sistemas de ensino; e o de participação, que tende a contribuir para a integração dos participantes na vida social. Ainda contempla o desporto de rendimento, cuja finalidade, além da obtenção de resultados, é integrar pessoas e comunidades do país com outras nações, sendo de modo profissional e não-profissional. 

O patrocínio esportivo só perde, em volume de recursos, para a área cultural. As ações que obtiveram recursos incentivados pela Lei Rouanet somaram R$ 5,3 bilhões no período de 2003 a 2009. Segundo levantamento do Ministério da Cultura, somente as estatais Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa, Eletrobras, Correios e Petrobras investiram em cultura, no mesmo período, mais de R$ 2 bilhões. 

Em maio de 2009, foi publicada a Instrução Normativa 01, que disciplina e orienta os órgãos na concessão de patrocínios. As diretrizes da instrução, segundo a Secom, pautaram-se na democratização com igualdade de oportunidade nos projetos aprovados, na regionalização, ou seja, na descentralização dos recursos, na transparência, com a adoção de critérios e mecanismos de seleção pública para escolha de projetos e, também, na troca de experiências e de melhores práticas.

Patrocínio: uma conta de R$ 909 milhões

O governo federal investiu R$ 909,6 milhões em patrocínios em 2009 . Considerando os últimos sete anos de gestão petista, já foram R$ 6,1 bilhões liberados, em valores corrigidos pelo IPCA, para este fim. O ano em que mais houve liberação de recursos foi em 2006, época de eleições presenciais. Naquele ano, R$ 1,1 bilhão foi autorizado para patrocínios em 8.356 projetos de diversas áreas.

Se por um lado no intervalo de sete anos os valores destinados a patrocínio tiveram acréscimo considerável, o mesmo não ocorreu no número de projetos patrocinados. Em órbita crescente até 2007, a quantidade foi reduzida em 2.042 entre 2007 e 2008 e em menos 2.854 entre 2008 e 2009. A Secom atribui queda à Instrução Normativa 01, que dispensou as empresas de encaminhar à Secretaria de Comunicação planilhas de valor inferior a R$ 10 mil.

No ano passado, a região Sudeste permaneceu no topo da lista no que diz respeito ao volume de recursos repassados à área de patrocínio. Foram R$ 353 milhões dirigidos à região para ser aplicados em fóruns, seminários, congressos, feiras e exposições. Segundo a Secom, o volume maior se justifica por conta da “sua importância mercadológica”. Outros projetos patrocinados pelo governo foram destinados às regiões Centro-Oeste (R$ 72,2 milhões), Nordeste (R$ 110,8 milhões), Norte (R$ 28,7 milhões) e Sul (R$ 67,5 milhões). As iniciativas que abrangeram mais de uma região, ou seja, que foram realizadas em conjunto, somaram, no ano passado, R$ 154,8 milhões. Já os projetos realizados no exterior representaram R$ 7 milhões.

Acompanhe o Contas Abertas no Twitter.

Instituto Pitanguy quer usar células-tronco para estética

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

As células-tronco trouxeram a esperança de cura para doenças degenerativas. O Instituto Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro, realiza um estudo pioneiro no Brasil, que logo deve entrar em fase de teste

Instituto Pitanguy quer usar células-tronco para estética

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Por Carla Delecrode e Vivian Vasconcellos – opiniaenoticia.com.br

As células-tronco trouxeram a esperança de cura para doenças degenerativas. Agora, a expectativa é de que elas também iniciem uma nova era no mercado da estética. A novidade é o uso dessas células no campo da cirurgia plástica. O Instituto Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro, realiza um estudo pioneiro no Brasil, que logo deve entrar em fase de teste.

A nova técnica utiliza células-tronco adultas, que são removidas do próprio paciente, por meio de uma lipoaspiração. Em seguida, elas são injetadas no rosto do paciente para promover o rejuvenescimento facial. O resultado é permanente, natural e com risco mínimo de rejeição, segundo a coordenadora da pesquisa e integrante da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Natale Gontijo de Amorim.

“Se conseguirmos dominar as células-tronco, poderemos fazer tecidos a partir das células do próprio paciente, sem problema de rejeição”, afirma Natale. Outra vantagem que a médica aponta é a rapidez do procedimento, que poderá ser feito em 30 minutos.

 Reconstituição de tecidos e outras vantagens

A pesquisadora contou ainda que, com o avanço de pesquisas mundiais, futuramente haverá a possibilidade de as células-tronco serem usadas para fins de reconstituição de tecidos.

 “A longo prazo será possível a reconstituição de um seio totalmente removido (mastectomia) – o que pode ocorrer em tratamentos de câncer de mama –, a renovação da pele de vítimas de queimaduras, assim como a reposição de órgãos que tenham sido bastante danificados, por doença ou acidente”, diz.

Isabelle Dinoire depois de transplante parcial de face e sua aparência atual
Isabelle Dinoire depois de transplante parcial de face e sua aparência atual Para casos como o da francesa Isabelle Dinoire, que teve o rosto desfigurado após ataque de um cão e realizou o primeiro transplante parcial de face do mundo, em 2005, as expectativas são ainda melhores.

“No futuro, em casos como o da paciente francesa, seremos capazes de ‘reproduzir’ o rosto do paciente, refazê-lo como era antes do acidente.”

 Ética x religião

A pesquisadora esclarece que o estudo envolve células-tronco adultas, o que, portanto, não implica na discussão de questões éticas e religiosas, como ocorre no caso daquelas extraídas de embriões.

“Esse tipo de célula também não apresenta risco de efeitos colaterais, como a ocorrência de tumor – o que geralmente ocorre com procedimentos envolvendo células-tronco embrionárias”, afirma.

Remédio consegue interromper transmissão do vírus HIV em 92%, diz estudo

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Com o medicamento correto para o tratamento da Aids, a transmissão sexual do vírus HIV pode ser evitada em até 92%, segundo estudo publicado pelo jornal britânico “The Lancet”

Remédio consegue interromper transmissão do vírus HIV em 92%, diz estudo

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Com o medicamento correto para o tratamento da Aids, a transmissão sexual do vírus HIV pode ser evitada em até 92%, segundo estudo publicado pelo jornal britânico “The Lancet”.

A pesquisa, financiada pela Fundação Bill and Melinda Gates, mostrou que apenas uma entre as 349 pessoas heterossexuais infectadas, acompanhadas pelos especialistas e que iniciaram o tratamento contra a aids, passou o vírus para alguém.

O próximo passo, em andamento nos laboratórios, é conseguir prolongar o efeito desse medicamento.

Os especialistas explicam que o coquetel anti-HIV diminui a presença do vírus no sangue e em fluídos corporais, o que dificulta a transmissão para pessoas não infectadas.

África

Com os avanços da pesquisa, o coquetel poderia diminuir drasticamente o avanço da Aids em regiões mais afetadas, como a Suazilândia, na África. Segundo o estudo, o avanço da aids nas nações africanas mais afetadas poderia cair 95% em uma década se os infectados recebessem imediatamente os medicamentos.

Tesoureiro de Dilma condenado por Tribunal de Justiça

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

O ex-prefeito de Diadema José de Filippi Junior, tesoureiro da campanha petista, terá que devolver a quantia de pelo menos R$ 2,1 milhões para os cofres de Diadema. A prefeitura contratou o escritório do advogado petista Luiz Eduardo Greenhalgh sem licitação.

Tesoureiro de Dilma condenado por Tribunal de Justiça

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

O futuro tesoureiro da campanha eleitoral de Dilma Rousseff foi condenado pelo Tribunal de Justiça. A decisão, porém, não impede que ele exerça o cargo na campanha.

O ex-prefeito de Diadema José de Filippi Junior, tesoureiro da campanha petista, terá que devolver a quantia de pelo menos R$ 2,1 milhões para os cofres de Diadema. A prefeitura contratou o escritório do advogado petista Luiz Eduardo Greenhalgh sem licitação.

A quantia foi recebida pelo escritório por defender duas causas entre 1983 e 1996. O valor final a ser devolvido ainda não foi divulgado. O ex-prefeito pode recorrer da decisão.

A sentença, no entanto, não impede que Filippi Junior exerça a função de tesoureiro, já que não é uma função pública. Ele também foi condenado a perder os direitos políticos por cinco anos.

Escritório sem ‘notória especialização’

Para que o escritório fosse contratado, foi usado o artifício ‘notória especialização’, para driblar a concorrência. O TJ apontou não haver ‘notória especialização’ no escritório.

Outros petistas também foram condenados

O ex-prefeito de Diadema Gilson de Menezes e o ex-vice José Augusto da Silva Ramos também foram condenados. Menezes foi o primeiro prefeito a ser eleito pelo PT na cidade e Silva Ramos, que foi vice-prefeito, agora é deputado pelo PSDB.

Decisão sobre compra de caças pode sair neste semestre, diz Jobim

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, reiterou que espera uma decisão do governo ainda neste semestre sobre a compra de novos aviões de caça para a Força Aérea Brasileira (FAB). Depois disso é que terá início o processo de compra

Decisão sobre compra de caças pode sair neste semestre, diz Jobim

sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Lourenço Canuto
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O ministro da Defesa, Nelson Jobim, reiterou hoje (28) que espera uma decisão do governo ainda neste semestre sobre a compra de novos aviões de caça para a Força Aérea Brasileira (FAB). Depois disso é que terá início o processo de compra. Três empresas – uma sueca, uma francesa e uma norte-americana – disputam a preferência do governo brasileiro, que pretendeai adquirir 36 aeronaves.

Segundo ele, a decisão será do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que receber parecer do Conselho de Defesa Nacional sobre o assunto. Jobim negou que o ano de movimentação política possa atrapalhar a decisão.

Jobim afirmou que a Defesa Nacional “não é desenhada pela política. , é necessidade que vem sendo adiada há 20 anos e por isso mesmo não poderia ser resolvida de uma hora para outra”.

O ministro lembrou que de 1995 para cá o processo de compra de aeronaves foi interrompido em três momentos, inclusive no ano passado, por causa da expectativa em torno da crise econômica mundial. Segundo ele, além da compra de 12 caças para a Força Aérea, o governo deve se preparar para substituir até 2015 os aviões Hércules 130 da FAB.

Nelson Jobim falou sobre o assunto em entrevista na Base Aérea de Brasília, depois da cerimônia comemorativa do Dia Internacional dos Mantenedores da Paz da Organização das Nações Unidas (Peacekeepers).

Desde 2008, a data vem sendo festejado em 28 de maio, com a participação de contingentes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Centenas de militares que já participaram de missões de paz do Brasil em diversos países desfilaram durante a solenidade, quando foi depositada uma coroa de flores em homenagem aos soldados mortos durante essas missões.