Brasil  

‘Todos juntos contra a Corrupção’ no Rio

Um protesto contra a corrupção e a impunidade organizado pela internet reuniu, segundo a Polícia Militar, cerca de 2.500 pessoas nesta terça-feira, 20, no centro do Rio de Janeiro.

Na rede, entretanto, o protesto batizado de “Todos juntos contra a Corrupção” chegou a obter cerca de 35 mil confirmações de presença. Os organizadores estimam que um total de 4 mil pessoas participaram do protesto.

Palavras de ordem, cartazes contra a corrupção e a impunidade, vassouras verdes e amarelas e adereços como máscaras de burro e narizes de palhaço foram utilizados pelos manifestantes durante o protesto, que não foi associado a partidos políticos.

De acordo com uma das organizadoras do evento, a iniciativa surgiu após uma reportagem publicada no jornal El País ter afirmado que os brasileiros mobilizam milhões em paradas gays e eventos evangélicos, mas não realizam movimentos contra a corrupção no país.

Corrupção: crime hediondo?

Além de protestarem contra a corrupção e a impunidade, os manifestantes também cobraram direitos de aposentados e professores, pediram o fim do voto secreto no Congresso e exigiram soluções para o caso do bonde de Santa Teresa, que está parado desde o acidente que deixou cinco mortos em agosto.

Os organizadores do evento também reuniram assinaturas em apoio ao projeto de lei que busca tornar a corrupção um crime hediondo.

Alguns políticos e representantes de classe e movimentos sociais estiveram presentes, como Fernando Gabeira (PV) e Marcelo Freixo (PSOL), além de personalidades como os cantores Roberto Frejat e Fernanda Abreu, mas apenas os organizadores discursaram no palanque. Alguns militantes aproveitaram o evento para distribuir panfletos.

Veja abaixo outras imagens da manifestação:

Fonte: Reprodução/Jornal do Brasil

Fonte: Reprodução/Jornal do Brasil

Fonte: Reprodução/Jornal do Brasil

Deixe um comentário